1. Pular para o conteúdo
  2. Pular para o menu principal
  3. Ver mais sites da DW

O icônico salto do policial que fugiu da Alemanha Oriental

13 de agosto de 2021

[Vídeo] Em 1961, aos 19 anos, o policial Conrad Schumann arriscou sua vida ao atravessar a fronteira entre as Alemanhas Oriental e Ocidental, que acabara de ser fechada. Dias depois de seu pulo, o Muro de Berlim foi erguido, separando famílias e amigos.

https://www.dw.com/pt-br/o-ic%C3%B4nico-salto-do-policial-que-fugiu-da-alemanha-oriental/video-58860113

Em 1961, o policial Conrad Schumann deu um salto para a liberdade. A foto do pulo, tirada em 15 de agosto de 1961, ficou mundialmente famosa. Dois dias antes, a Alemanha Oriental fechara as fronteiras. Da Alemanha Ocidental, Bernd Bröde testemunhou o salto do oficial.

"Havia duas ou três fileiras de pessoas na minha frente, uma multidão. E tínhamos acabado de ver seu salto. E todos nós aplaudimos e gritamos: bravo! E o recebemos exatamente aqui neste lugar", frisa Bröde.

O homem na foto é Conrad Schumann. Ele era um dos oficiais que vigiavam a construção do Muro de Berlim para impedir que alemães do Leste fugissem para o Oeste democrático. Mas Schumann decidiu cruzar a fronteira sem saber se voltaria a ver a sua família. Schumann viveu na Baviera até sua morte, em 1998.

"Ele teve coragem, especialmente como um policial da RDA, de ainda pular por cima do Muro... Bem, esse foi realmente um momento de alegria. Eu talvez não teria a mesma ousadia. Se eu estivesse fazendo a guarda [do Muro], e os outros colegas pudessem atirar em mim, eu não sei se faria...", conta Bröde.

Dias depois, o arame farpado se transformou no Muro de Berlim, que separou amigos e famílias por 28 anos.