Nasce uma estrela no céu de Dortmund | Colunas semanais da DW Brasil | DW | 21.01.2020
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages
Publicidade

Coluna Halbzeit

Nasce uma estrela no céu de Dortmund

Na sua estreia pelo Borussia Dortmund, o atacante norueguês Erling Haaland, de 19 anos, estabeleceu um recorde na Bundesliga: marcou três gols em apenas 20 minutos e já foi eleito "jogador da rodada".

Erling Haaland em sua partida de estreia pelo Dortmund

Erling Haaland em sua partida de estreia pelo Dortmund

Foi um golpe de mestre do Borussia Dortmund. Durante meses as especulações da mídia não se cansavam de apontar este ou aquele clube como provável destino do recém-descoberto talento norueguês, de apenas 19 anos, que atende pelo nome de Erling Haaland. De ilustre desconhecido até a temporada passada, de repente, ele passou a ocupar as manchetes dos jornais.

E não foi por menos. Afinal, não é sempre que surge um jovem atacante com tanto potencial. No segundo semestre de 2019, em 22 partidas oficiais, ele chegou a 28 gols. Em média, faz um a cada 52 minutos.  

Manchester United, Juventus e Leipzig cortejaram o atacante. Enquanto isso, os aurinegros corriam por fora e levaram o grande prêmio. Além da melhor proposta financeira, pesou também o aspecto esportivo propriamente dito. No Borussia Dortmund, Haaland praticamente não terá concorrência – isso porque Paco Alcácer está com as malas prontas para voltar à Espanha, e Mario Götze não é mais cogitado pelo técnico Lucien Favre.  

O que tornou Haaland um objeto do desejo de tantos clubes foi, além de suas indiscutíveis qualidades como artilheiro, a rara combinação de considerável porte físico com alta velocidade. Pesando 87 quilos distribuídos em 1,94 metro, o norueguês consegue, quando arranca para o ataque, chegar a 36 km/h. Apenas o lateral Achraf Hakimi, também do Borussia Dortmund, alcança essa marca na Bundesliga.

Além de tratar a bola com carinho, coisa rara num centroavante típico, Haaland traz na sua bagagem técnica um forte sentido de espacialidade. Se posiciona bem e sabe antecipar espaços vazios na defesa adversária, que costuma ocupar rapidamente, pronto para receber um passe certeiro e finalizar.  

Por outro lado, há dois fundamentos que ainda precisam ser trabalhados. Um é o jogo aéreo – gols de cabeça, por incrível que pareça, ainda não fazem parte do seu repertório. Outro é a necessária precisão no passe. Nada que não possa ser aperfeiçoado com o tempo.

Alf Bernsten, seu ex-técnico no Bryne FK, afirma: "Ele é polivalente, pode atuar como centroavante clássico ou como ala. Não há dúvida nenhuma sobre o seu enorme potencial, e ele tem condições de se tornar um dos melhores atacantes do mundo. É importante ressaltar, porém, que há um longo caminho pela frente. No passado tivemos muitos exemplos de jogadores que prometiam muito na sua juventude e depois, quando adultos, entregaram muito pouco."

Fato é que Erling Haaland estabeleceu um recorde inédito na história da Bundesliga. Na sua estreia pelo Dortmund, marcou três gols em apenas 20 minutos, desbancando a melhor marca anterior de Engelbert Kraus (1860 Munique), que também fez um hattrick na sua estreia, mas foram necessários 42 minutos para atingir o feito.

O norueguês entrou só no segundo tempo, quando seu time perdia por 1 a 3 para o Augsburg e a fatura parecia liquidada. E não se pode esquecer mais um detalhe importantíssimo: Haaland foi ao fundo das redes adversárias apenas três minutos depois de ter entrado em campo – foi um gol fundamental, do tipo divisor de águas, desencadeador da avassaladora reação aurinegra que resultou numa vitória espetacular por 5 a 3. 

A última vez que um jogador do Borussia Dortmund anotou três gols na sua estreia foi em 2013, com Pierre-Emerick Aubameang. Os aurinegros venceram por 4 a 0, e foi justamente contra o Augsburg, no mesmo estádio da estreia de Haaland.

A redação do site kicker não perdeu tempo com controvérsias, e o jovem norueguês foi eleito prontamente "jogador da rodada", com nota 10 para não haver nenhuma dúvida.

A próxima rodada aguarda ansiosa a apresentação de Haaland no Signal Iduna Park – Westfalenstadion para os nostálgicos –, onde o seu novo clube vai encarar o vizinho Colônia. 

Será a oportunidade para o atacante bater um recorde de 70 anos, pertencente a Josef Linneweber, que atuou pelo Dortmund na década de 1950. Hoje com 95 anos, o veterano Josef está pensativo. Uma marca sua, estabelecida há tantos anos, poderá ser batida ou, ao menos, igualada. Em sua primeira partida pelo Borussia, Josef anotou dois gols e na segunda, não contente com sua estreia, fez um hattrick – cinco gols nos seus dois primeiros jogos com a camisa aurinegra. Feito inédito até hoje. Nenhum "borusse" sequer igualou essa marca.

Esse é o desafio de Haaland. Se repetir a dose que aplicou no Augsburg, seu nome será inscrito nos livros de história do clube, os torcedores da Muralha Amarela irão à loucura, e nascerá uma nova estrela no céu de Dortmund. 

--

Gerd Wenzel começou no jornalismo esportivo em 1991 na TV Cultura de São Paulo, quando pela primeira vez foi exibida a Bundesliga no Brasil. Desde 2002, atua nos canais ESPN como especialista em futebol alemão. Semanalmente, às quintas, produz o Podcast "Bundesliga no Ar". A coluna Halbzeit sai às terças. Siga-o no TwitterFacebook e no site Bundesliga.com.br

______________

A Deutsche Welle é a emissora internacional da Alemanha e produz jornalismo independente em 30 idiomas. Siga-nos no Facebook | Twitter | YouTube 
App | Instagram | Newsletter            

Leia mais