MINISTRO ACUSADO DE PLÁGIO ADMITE ″ERROS″ EM TESE DE DOUTORADO | Escreva sua opinião, comentários, críticas ou sugestões | DW | 28.02.2011
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Sua Opinião

MINISTRO ACUSADO DE PLÁGIO ADMITE "ERROS" EM TESE DE DOUTORADO

Nossos usuários comentaram esta semana o caso do ministro alemão acusado de plágio, repressão a protestos na Líbia e repercussão internacional de Belo Monte. Confira!

default

É uma vergonha! Isso é falta de caráter, é desonesto. E um cara como esse tem a responsabilidade de dirigir as Forças Armadas alemãs. Pobre Alemanha!
Cecilia Silva

Rapidamente perguntada eu diria que não, em especial porque sou brasileira e nós, infelizmente, temos uma tolerância que beira a burrice e a inércia. Além de que nossos políticos fazem coisas bem piores (roubar verba para vacinas de crianças, por exemplo). Tal ato seria bem menor em nossa corrupta esfera política e todos devem saber do que falo. Mas na Alemanha, e devo falar tendo como referência a realidade daqui ou ao menos o que se deve pensar da Alemanha, acho que ele deveria SIM renunciar! Ele demitiu funcionários, inclusive, militares de alta patente, por erros menos significativos e vendeu uma imagem moralista por demais. Foi capa até de um renomado semanário alemão, no qual foi intitulado "o homem do ano" e tal. Além disso, tal político tem como maior ambição ser chanceler, ora pois!! Será que a Alemanha estaria bem representada? Que moral teria ele? Enfim, ele no mínimo não apenas copiou trabalhos e artigos alheios, mas também usou funcionários públicos, ou seja, dinheiro público para fim pessoal, e isso é amoral. Além, claro, da arrogância e descaramento. Aliás, está aí uma "qualidade" (?) dos alemães de forma geral: eles se vendem melhores do que na verdade o são! Aqui como aí no Brasil se vendem títulos, carteiras de motoristas, dentre outras coisinhas. O inglês do alemão, quando existe, não é nenhuma "Brastemp". Então, por favor, senhor ex-doutor ou nunca doutor: renuncie!
Sandra Oliveira

Plágio em tese de doutorado de ministro é motivo de renúncia? Não precisa renunciar. Basta corrigir os erros da tese, e isso já é encrenca bastante.
Lyndon C. Storch Jr.

REPRESSÃO A PROTESTOS NA LÍBIA DEIXA CENTENAS DE MORTOS

O mundo globalizado não admite mais a existência de ditadores como Kadafi, Mubarak, Chaves, Fidel Castro e muitos outros. O mundo globalizado é o mundo da comunicação, da internet, do celular, do Facebook, do Twitter. O povo bem informado tem mais poder do que esses "cachorros loucos" pré-históricos, verdadeiros borderliners que se julgam deuses. Abaixo todos eles!
Anselmo Leal Ferreira

A atitude do presidente Muammar Kadafi em permanecer no poder foi uma das mais acertadas decisões. Os opositores ao governo estão sendo influenciados pela comunidade internacional, principalmente pelos americanos, que têm grande interesse na instabilidade da Líbia para comprar petróleo a preço de banana. Quando os EUA não usam a guerra para satisfazer seus objetivos, incentivam a desordem no país, para derrubar o governo e instalar um novo regime.
Ruyllyan Brayan Gianvecchio dos Santos Morais

Muammar Kadafi deverá ser julgado por crimes contra a humanidade, o que é lamentável é que outras atrocidades sempre foram cometidas pelos seus capangas, mutilações, execuções, entre outras barbáries, só que em menor escala, esses países que hoje o condenam sempre souberam desses crimes hediondos e nunca se opuseram, pois o petróleo da Líbia lhes servia e sempre foram parceiros econômicos. Preciso dizer qual país?
Luiz Mendonça

Kadafi não merece essa humilhação, ele criou todas as condições para o seu povo, penso que ele vai resistir até vencer mais uma vez os inimigos da Líbia. Os manifestantes devem ser humildes e pedir desculpas ao seu líder carismático, caso contrário correrão o risco de serem castigados por Deus. Amadu Uri Djalo

REPERCUSSÃO INTERNACIONAL DE BELO MONTE PREOCUPA GOVERNO BRASILEIRO

No direito ambiental brasileiro, audiência pública não vincula atos a serem tomados pelo órgão em questão. Ou seja, a empresa/órgão insiste em dizer que os problemas estão solucionados e que a população foi ouvida por meio de audiência e que "todos estão contentes"; todavia, a "canalhocracia" fica estampada, posto que "ouvem" a população e em seguida fazem o oposto – como que praticando às escuras aquilo que disseram às claras que não fariam! Não acredito no que eles falam, mas analiso como agem.
André Luiz Aguiar

O Brasil necessita de energia para crescer e nada melhor que aproveitar suas reservas energéticas dos rios, que é uma energia limpa barata e renovável, isenta de poluentes. Todos os cuidados têm sido tomados para mitigar os impactos ambientais. Não há excesso de energia no país, daí a necessidade de se construir estas usinas, diferentemente dos países ricos, que usam combustíveis fósseis poluentes.
Pedro Veiga

A construção da usina de Belo Monte é uma necessidade local e de âmbito brasileiro e traz benefícios aos nossos vizinhos e países amigos, com expansão e melhoramento a todos. Temos que avaliar bem os problemas ambientais e ecológicos da região, para não trazer malefícios. Sou a favor, e já deveria estar bem adiantada a sua construção.
João de Barros

Leia mais