Jovem ataca passageiros de trem e fere cinco no sul da Alemanha | Notícias sobre política, economia e sociedade da Alemanha | DW | 18.07.2016
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Alemanha

Jovem ataca passageiros de trem e fere cinco no sul da Alemanha

Um rapaz afegão de 17 anos fere pelo menos cinco pessoas num trem regional em Würzburg, na Baviera, com golpes de machado e faca e é morto pela polícia ao tentar fugir. Quatro feridos estão em estado grave.

Um rapaz afegão de 17 anos, portando um machado e uma faca, atacou passageiros de um trem nos arredores da cidade de Würzburg, no sul da Alemanha, na noite desta segunda-feira (18/07), e feriu ao menos cinco pessoas antes de ser morto pela polícia.

O homem entrou no trem regional, que faz o trajeto entre Treuchtlingen e Würzburg, por volta das 21h15 (horário local). O veículo passava pela região de Heidingsfeld, no sul da cidade.

"Pouco antes de chegar a Würzburg, um homem atacou os passageiros com um machado e uma faca", disse um porta-voz da polícia. "O suspeito conseguiu deixar o trem, a polícia o perseguiu e, durante a perseguição, eles atiraram no autor e o mataram."

O porta-voz informou primeiramente que três pessoas estavam em estado grave. Mais tarde, as autoridades elevaram o número de feridos para cinco, sendo quatro gravemente feridos. Outros 14 passageiros receberam tratamento psicológico.

Um homem que mora próximo ao local do ataque contou à agência de notícias DPA que o trem, que levava cerca de 25 pessoas, parecia um "matadouro" após o ataque, com o chão coberto de sangue.

A testemunha, que não quis se identificar, relatou ter visto pessoas rastejando para fora do trem e pedindo kits de primeiros socorros, enquanto ainda havia vítimas deitadas no chão do veículo.

As motivações do ataque ainda não foram esclarecidas. "Nesse momento, tudo é possível", afirmou o porta-voz da polícia.

De acordo com agências internacionais, um porta-voz da Secretaria do Interior da Baviera afirmou que "provavelmente se trata de um ataque islâmico".

O suspeito, segundo o jornal alemão Bild, teria gritado Allahu akbar (Deus é grande, em árabe) antes de atacar as vítimas.

A idade e a nacionalidade do suspeito foram informadas pelo secretário do Interior da Baviera, Joachim Herrmann, em declarações à emissora ARD.

Segundo Herrmann, o rapaz chegou à Alemanha como um requerente de asilo desacompanhado e atualmente vivia com uma família de amparo em Ochsenfurt, pequena cidade a 20 quilômetros de Würzburg.

EK/afp/ap/dpa/efe/ots

Leia mais