Jornalista escapa de atentado durante julgamento na Turquia | Notícias e análises internacionais mais importantes do dia | DW | 06.05.2016
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Mundo

Jornalista escapa de atentado durante julgamento na Turquia

Atirador abre fogo do lado de fora de tribunal contra Can Dundar, que escapa ileso. Ele é acusado de tentar derrubar governo Erdogan com reportagem, em caso amplamente condenado como violação de liberdade de imprensa.

O jornalista turco Can Dundar escapou nesta sexta-feira (06/05) de um atentado a tiros do lado de fora do tribunal onde é julgado, na cidade de Istambul. Ele saiu ileso do ataque, e o autor dos disparos, que gritou "você é um traidor" ao dar os tiros, foi detido pela polícia sem resistência.

Can Dundar, editor-chefe do jornal Cumhuriyet, e Erdem Gul, de 49 anos, chefe da redação do diário na capital Ancara, estão sendo acusados de tentar derrubar o governo com a publicação, em maio passado, de um vídeo que supostamente mostra a agência de inteligência do país ajudando a enviar armas por caminhão para a Síria em 2014.

O presidente Recep Tayyip Erdogan, que acusou a cobertura do jornal de ser parte de uma tentativa de minar a posição da Turquia no cenário internacional, prometeu que Dundar vai "pagar caro". Os dois jornalistas podem ser condenados à prisão perpétua se forem considerados culpados.

A detenção dos dois jornalistas, em novembro do ano passado, foi condenada em todo o mundo e desencadeou debate sobre a liberdade de imprensa na Turquia.

RPr/afp/rtr