Investigadores russos afirmam que acidente de trem foi ataque terrorista | Notícias internacionais e análises | DW | 28.11.2009
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Mundo

Investigadores russos afirmam que acidente de trem foi ataque terrorista

Descarrilamento que deixou dezenas de mortos e feridos foi causado pela explosão de uma bomba, afirmam investigadores russos. Primeiras suspeitas recaem sobre rebeldes tchetchenos.

default

Investigadores e equipes de resgate no local do acidente

Pelo menos 39 pessoas morreram e cerca de cem ficaram feridas em decorrência do descarrilamento de um trem expresso russo na noite desta sexta-feira (27/11). Segundo investigadores, o acidente foi causado pela explosão de uma bomba.

"Estamos falando de um ataque terrorista", declarou o porta-voz do comitê federal de investigações, Vladimir Markin. O comitê divulgou que foram encontrados fragmentos de uma bomba no local do acidente. Durante os trabalhos de resgate neste sábado, uma parte restante do explosivo detonou, segundo informações oficiais.

O chefe das investigações internas do serviço secreto FSB, Alexander Bortnikov, disse ao presidente Dmitri Medvedev que a explosão de uma bomba equivalente a 7kg de TNT causou o acidente.

O Nevski Express, que transportava 682 passageiros de Moscou a São Petersburgo, descarrilou por volta das 21h30 (horário local), nas proximidades de um vilarejo localizado a 350 quilômetros ao norte de Moscou.

Rebeldes tchetchenos sob suspeita

Russland Zug entgleist

Escombros diante de um vagão do trem Nevski Express

Um acidente semelhante ocorrido na região em 13 de agosto de 2007 envolvera o mesmo trem. Na época, a explosão de uma bomba rompeu um dos trilhos, provocando o descarrilamento do trem e ferindo cerca de 60 pessoas.

Segundo a promotoria da região de Novgorod, o atentado de 2007 foi obra de guerrilheiros tchetchenos e de um antigo soldado russo que havia passado para o lado da guerrilha separatista da Tchetchênia. Dois tchetchenos presos na época estão sendo julgados.

O descarrilamento foi o pior acidente ferroviário dos últimos anos na Rússia. A suspeita de uma ação terrorista gera temores de que aumentem os ataques de rebeldes do Cáucaso Norte na região central da Rússia.

Os rebeldes tchetchenos lutam pela criação de uma república independente no Cáucaso Norte e assumiram a autoria de vários ataques terroristas na região.

AS/rtr/afp/lusa
Revisão: Simone Lopes

Leia mais