Festival de Cannes é adiado por causa da pandemia | Cultura europeia, dos clássicos da arte a novas tendências | DW | 27.01.2021

Conheça a nova DW

Dê uma olhada exclusiva na versão beta da nova DW. Sua opinião nos ajudará a torná-la ainda melhor.

  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages
Publicidade

Cinema

Festival de Cannes é adiado por causa da pandemia

Organizadores anunciam que a 74ª edição do evento ocorrerá entre 6 e 17 de julho. Edição presencial de 2020 já havia sido cancelada por causa da pandemia.

O Festival de Cannes anunciou nesta quarta-feira (27/01) que a 74ª edição do evento, inicialmente prevista para os dias 11 a 22 de maio, será adiada para julho devido à pandemia de covid-19.

Em função da situação sanitária ao redor do mundo, os organizadores decidiram que o festival ocorrerá entre 6 e 17 de julho.

No ano passado, a edição presencial foi cancelada devido às restrições impostas para frear os contágios do novo coronavírus. Entre os dias 27 e 29 de outubro, Cannes teve uma edição simbólica com a exibição dos curta-metragens em competição e de quatro pré-estreias da seleção oficial, mas sem prêmios.

O presidente do festival, Pierre Lescure, disse que a alternativa foi uma forma de estar junto à população e aos profissionais do setor. Cannes, além de premiar as prestigiosas produções, é uma vitrine essencial para a indústria cinematográfica, duramente atingida pela crise de saúde.

Os únicos dois prêmios atribuídos no ano passado foram a Palma de Ouro para o melhor curta, vencida pelo egípcio I Am Afraid to Forget Your Face, de Sameh Alaa, e o prêmio da seção dedicada às escolas de cinema, a Cinefondation, que ficou com o indiano Ashmita Guha Neogi, por Catdog.

Este ano, o primeiro grande festival do calendário, Berlinale, desistiu de uma edição clássica e anunciou uma programação online em março, além de exibições abertas ao público em Berlim em junho.

JPS/efe/afp

Leia mais