″Despacito″ bate recorde de reproduções por streaming | Notícias internacionais e análises | DW | 19.07.2017
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Música pop

"Despacito" bate recorde de reproduções por streaming

Versões original e remix da canção dos porto-riquenhos Luis Fonsi e Daddy Yankee superam 4,6 bilhões de reproduções, afirma gravadora. Recorde anterior era de "Sorry", de Justin Bieber.

Luis Fonsi (esq.) e Daddy Yankee

Luis Fonsi (esq.) e Daddy Yankee

A música Despacito, do porto-riquenho Luis Fonsi em parceria com seu compatriota Daddy Yankee, é a canção mais reproduzida da história através das plataformas de streaming, de acordo com os dados divulgados pela gravadora Universal.

A versão original e o remix, feito pelo canadense Justin Bieber, superaram de maneira conjunta 4,6 bilhões de reproduções nos vários serviços de streaming em todo o mundo, assegurou a companhia.

De acordo com a Universal, a marca ultrapassa o antigo recorde, que era da canção Sorry, de Justin Bieber, com 4,38 bilhões de reproduções.

"O streaming é um conector para o público no mundo todo e ajudou minha música a chegar a cada canto do planeta. É verdadeiramente uma honra que Despacito seja agora a canção mais reproduzida em streaming da história", afirmou Fonsi.

Por sua vez, o presidente da Universal Music Group, Lucian Grainge, disse que Luis Fonsi "já tem indiscutivelmente a maior canção do ano". "O streaming abriu a possibilidade de que uma canção com um ritmo diferente, de uma cultura diferente e num idioma diferente se transforme num sucesso gigantesco no mundo todo", acrescentou o executivo.

Despacito, que significa "devagarzinho", é também a primeira música em espanhol a alcançar o topo da lista da revista Billboard nos Estados Unidos desde Macarena, da dupla espanhola Los del Río, em 1996. A lista da Billboard é considerada a parada de sucessos oficial da indústria musical americana.

AS/efe

Leia mais