Decretada zona de exclusão aérea em Fukushima | Notícias e análises internacionais mais importantes do dia | DW | 15.03.2011
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Mundo

Decretada zona de exclusão aérea em Fukushima

Mais uma explosão atinge central nuclear de Fukushima. Desta vez, o reator 2 foi danificado. Autoridades japonesas alertam para riscos à saúde e decretam zona de exclusão aérea sobre a região da usina nuclear.

default

Explosões provocam aumento da radioatividade

Nesta terça-feira (15/03), uma nova explosão foi registrada na usina nuclear de Fukushima, localizada a 260 quilômetros de Tóquio. Desta vez, o reator 2 foi danificado. Segundo a agência de notícias Kyodo, a explosão provocou "leve aumento" no nível de contaminação por radioatividade na região sul da capital japonesa. Essa foi a terceira explosão na usina em quatro dias.

Após a catástrofe provocada pelo terremoto e pelo tsunami na última sexta-feira, foram registradas explosões nos reatores 1, 2 e 3. Além disso, um incêndio também atingiu o reator 4.

Acredita-se que a explosão desta terça-feira tenha causado danos no invólucro do reator. A explosão ocorreu às 6h (hora local). O governo japonês alertou para o perigo de danos à saúde. Em um raio de 20 quilômetros da usina, 200 mil pessoas já haviam sido evacuadas.

As autoridades japonesas decretaram, nesta terça-feira, zona de exclusão aérea em toda a zona da central nuclear de Fukushima.

Infografik Gefährdete Kernkraftwerke in Japan nach dem Erdbeben brasilianisch

Gráfico das centrais nucleares afetadas pelo terremoto no Japão

MP/lusa/afp/dpa
Revisão: Carlos Albuquerque

Leia mais

Links externos

Áudios e vídeos relacionados