Cidade do leste alemão declara ″emergência nazista″ | Notícias sobre política, economia e sociedade da Alemanha | DW | 02.11.2019
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages
Publicidade

Alemanha

Cidade do leste alemão declara "emergência nazista"

Conselho municipal de Dresden aponta crescimento de ações antidemocráticas e de extrema direita e cobra ação de políticos e sociedade civil. Cidade é berço do movimento xenófobo Pegida.

Cartaz durante protesto do Pegida em Dresden

Cartaz durante protesto do Pegida em Dresden

A cidade de Dresden, no leste da Alemanha, aprovou uma resolução declarando situação de "emergência nazista".

Em uma declaração política, aprovada pelo conselho municipal na noite de quarta-feira (30/10), os vereadores observaram que "atitudes e ações antidemocráticas, antipluralistas, misantrópicas e de extrema direita, incluindo a violência em Dresden, estão ocorrendo com frequência crescente".

"Esta cidade tem um problema com nazistas e temos que fazer algo em relação a isso," disse Max Aschenbach, um conselheiro da legenda "O Partido”, sigla política satírica, que iniciou a medida.

"A política deve finalmente começar a pôr isso no ostracismo e dizer: Não, isso é inaceitável", disse ele à emissora pública local MDR.

Foi em Dresden que o movimento anti-islâmico e xenófobo Pegida começou, em 2014. Pegida é a sigla em alemão para "patriotas europeus contra a islamização do Ocidente", e o movimento organiza comícios regulares na cidade.

Dresden está localizada no estado da Saxônia, um reduto da Alternativa para a Alemanha (AfD), partido populista de direita que ficou em segundo lugar nas eleições estaduais em setembro.

Entre outras coisas, a resolução passada nesta semana convida a cidade e as organizações da sociedade civil a fortalecerem uma cultura democrática, a proteger as minorias e os direitos humanos e a ajudar as vítimas da violência de direita.

Apela, além disso, a um enfoque sobre "as causas e consequências do antissemitismo, do racismo e da posição de extrema direita para restaurar a confiança nas instituições democráticas e a valorização da diversidade e da solidariedade respeitosa".

______________

A Deutsche Welle é a emissora internacional da Alemanha e produz jornalismo independente em 30 idiomas. Siga-nos no Facebook | Twitter | YouTube | App | Instagram | Newsletter

Leia mais