Casa do criador de Peter Pan vai abrigar centro de literatura infantil | Cultura europeia, dos clássicos da arte a novas tendências | DW | 16.08.2011
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Cultura

Casa do criador de Peter Pan vai abrigar centro de literatura infantil

Na Escócia, a casa onde o escritor J.M. Barrie passou parte da sua infância e que serviu de inspiração para a história de Peter Pan estava prestes a ser perdida para sempre.

default

Capa de "Peter Pan e Wendy"

A casa conhecida como Moat Brae – na cidade de Dumfries, no sudoeste da Escócia – é onde o escritor James Mathew Barrie passou alguns dos momentos mais felizes de sua infância, em meados do século 19. Brincar de pirata no jardim daquela que ele descreveu como "terra encantada" serviu de inspiração para Peter Pan e a fictícia ilha da Terra do Nunca, onde as crianças nunca crescem.

Recentemente, a antiga residência de Barrie, projetada pelo arquiteto escocês Walter Newall e construída em 1823, estava destinada à demolição. De propriedade particular, a casa passou a ser usada como lar assistencial a partir de 1914, até ser fechada em 1997.

Agora, planos ambiciosos pretendem transformar o abandonado sobrado Moat Brae num centro internacional de literatura infantil, celebrando a história mágica e única do local.

Salva da escavadeira

Schriftsteller James Barrie Kalenderblatt

J.M. Barrie escreveu 'Peter Pan', obra que estabeleceu sua fama

A Associação Peter Pan Moat Brae tem como objetivo arrecadar 4 milhões de libras para salvar a casa. Cathy Agnew, diretora de desenvolvimento de projetos, explica que a instituição foi criada há dois anos. "A primeira coisa que tivemos que fazer foi ir à Justiça para obter uma liminar que impedisse a demolição. Nós literalmente salvamos a casa apenas três dias antes da chegada da escavadeira", disse.

Agnew e seus colegas da associação realizaram diversas pesquisas até elaborarem um plano para transformar a construção no primeiro centro de literatura infantil da Escócia. "Uma vez, alguém me perguntou: 'Qual o objetivo disso? Não é por causa de J.M. Barrie?'. E eu disse 'é claro que é'", lembra Agnew. "Isso foi o ponto central e percebemos que teríamos de retornar ao que J.M. Barrie fez pelas crianças, pela literatura, pela imaginação e pela inspiração."

De acordo com a associação, a casa não sobreviverá a mais um inverno sem reformas essenciais de impermeabilização. Até mesmo a atriz e ex-Bond girl Joanna Lumley emprestou seu rosto à causa e começou uma campanha para angariar fundos.

"Na primeira etapa, buscamos arrecadar 750 mil libras para consertos emergenciais e para colocar um novo telhado que proteja do vento e da chuva", declarou Agnew.

Moat Brae Peter Pan James Barrie

O sobrado Moat Brae, onde J.M. Barrie brincou durante a infância

A secretária de Cultura da Escócia, Fiona Hyslop, anunciou na última semana um subsídio de 250 mil libras proveniente da agência de patrimônio histórico do governo, a Historic Scotland. O dinheiro permitirá iniciar as obras na residência Moat Brae.

"J.M. Barrie é parte de uma longa lista de escritores escoceses renomados, que encantaram gerações de crianças pelo mundo", disse Hyslop. "É uma ideia adorável que tanto a casa quanto o jardim que o inspiraram a escrever Peter Pan possam agora inspirar toda uma nova geração de crianças."

Onde nasceu Peter Pan

J.M. Barrie (1860-1937) foi o nono dos dez filhos de uma família da cidade de Kirriemuir, no leste da Escócia, e mudou-se para Dumfries, no sul, aos 13 anos. Ele foi jornalista e um conhecido autor e dramaturgo, embora Peter Pan seja de longe a mais famosa de suas obras. Antes de morrer, Barrie cedeu os direitos sobre Peter Pan ao hospital infantil Great Ormond Street, em Londres, que se beneficia dos royalties até hoje.

Agnew diz que trabalhar no projeto de reforma e ver a reação das pessoas a Barrie a fez perceber que a casa Moat Brae pode se tornar um local de extrema relevância cultural. Ela lembra-se de uma conferência em Madrid, em comemoração aos cem anos de Peter Pan e Wendy. As pessoas que ela conheceu na ocasião ficaram impressionadas ao descobrir que ela vinha de Dumfries, a cidade natal de Peter Pan.

Peter Pan Fiona Hyslop Moat Brae Haus James Barrie

Interior da casa Moat Brae: reformas são urgentes

"Às vezes é preciso olhares de fora para perceber o que temos aqui", disse. "A partir de reações como essa, nos damos conta de que este é um local de importância cultural e literária internacional."

A atriz Joanna Lumley também inaugurou uma estátua de Peter Pan em Dumfries na última semana, em reconhecimento ao papel que a cidade desempenhou na história.

Já estão em execução os planos de montar uma exposição sobre Peter Pan na casa Moat Brae. A associação homônima também pretende fazer workshops, convidar autores infantis para contar histórias, promover oficinas de criação literária e ajudar as crianças menores a ler.

Autora: Lillian McDowall (lpf)
Revisão: Alexandre Schossler

Leia mais

Links externos