Capturado alemão suspeito de participar dos ataques de 11 de Setembro | Notícias internacionais e análises | DW | 19.04.2018
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages
Publicidade

Mundo

Capturado alemão suspeito de participar dos ataques de 11 de Setembro

Forças curdas na Síria dizem ter prendido cidadão alemão de origem síria que teria participado do planejamento dos atentados às Torres Gêmeas, em Nova York, e, mais tarde, se unido ao "Estado Islâmico".

O alemão de origem síria Mohammed Haydar Zammar

O alemão de origem síria Mohammed Haydar Zammar

Forças curdas capturaram disseram nesta quarta-feira (18/04) ter capturado, no norte da Síria, um alemão de origem síria suspeito de ter participado do planejamento do atentado de 11 de setembro de 2001, em Nova York.

A suspeita é que Mohammed Haydar Zammar, que tem cidadania alemã, mas nasceu na Síria, tenha sido um recrutador da Al Qaeda e, posteriormente, tenha se juntado ao "Estado Islâmico" (EI).

Zammar teria atuado no planejamento do 11 de Setembro como membro de uma célula de extremistas islâmicos de Hamburgo, na Alemanha. Logo após o atentado às Torres Gêmeas, em Nova York, o alemão se mudou para o Marrocos, onde foi sequestrado pela CIA e entregue às autoridades sírias. Na época, a CIA realizava um programa secreto para sequestrar e interrogar suspeitos no exterior.

Em 2007, um tribunal sírio sentenciou Zammar a 12 anos de prisão por participar da organização islâmica radical Irmandade Muçulmana. Com o início da Guerra na Síria, em 2011, o alemão teria sido libertado e se juntado ao "Estado Islâmico".

Um comandante das forças de segurança curdas citado pela agência de notícias AFP nesta quarta-feira não informou se Zammar estava lutando ativamente como membro de grupos extremistas na Síria.

Em 2008, o governo alemão foi acusado de ser omisso ao permitir que a CIA sequestrasse e torturasse um cidadão alemão. Na época, o então ministro do Exterior da Alemanha, Frank-Walter Steinmeier, negou as alegações de que o governo aceitou o sequestro de Zammar pelo serviço secreto dos Estados Unidos. O caso do sequestro de Zammar se tronou alvo de um inquérito parlamentar alemão. 

No dia 11 de setembro de 2001, membros da Al Qaeda liderados por Osama Bin Laden jogaram aviões contra as Torres Gêmeas do World Trade Center, em Nova York. Lembrados como uns dos mais violentos da história mundial, os atentados terroristas deixaram quase três mil mortos. 

LM/dpa/afp

____________

A Deutsche Welle é a emissora internacional da Alemanha e produz jornalismo independente em 30 idiomas. Siga-nos no Facebook | Twitter | YouTube | WhatsApp | App | Instagram

Leia mais