Brasil e México iniciam livre-comércio de veículos leves | Notícias e análises sobre a economia brasileira e mundial | DW | 19.03.2019
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages
Publicidade

Brasil

Brasil e México iniciam livre-comércio de veículos leves

Entra em vigor medida que permite a importação e exportação de automóveis e autopeças sem a imposição de tarifas ou limitações quantitativas. Governo diz querer acordos mais abrangentes entre os dois países.

Pátio da Volkswagen em São Bernardo do Campo

Pátio da Volkswagen em São Bernardo do Campo

Passa a valer a partir desta terça-feira (19/03) um acordo entre Brasil e México que estabelece o livre-comércio de automóveis e autopeças entre os dois países. Isso permitirá a importação e exportação de automóveis sem a imposição de tarifas ou limitações quantitativas.

O fim do regime de cotas para automóveis, comerciais leves e peças correspondentes estava previsto em acordo firmado em 2015. A medida anula também a chamada lista de exceções, que previa regras de origem específicas para as autopeças.

Além disso, as restrições aos veículos pesados, como caminhões e ônibus, deixarão de valer no próximo ano. As negociações referentes a essas barreiras deverão ser reforçadas nos próximos meses.

Em nota conjunta, os Ministério da Economia e das Relações Exteriores afirmam que a medida está prevista no Acordo de Complementação Econômica nº 55 (ACE-55), que regula o comércio automotivo e a integração produtiva entre os dois países desde 2002.

Segundo o comunicado, o retorno do livre comércio entre Brasil e México é um  "passo importante para aprofundar o relacionamento comercial entre as duas maiores economias da América Latina".

"O governo brasileiro tem grande interesse em ampliar o livre comércio com o México para outros setores, tanto industriais quanto agrícolas, com a inclusão de matérias sanitárias e fitossanitárias, facilitação de comércio e barreiras técnicas ao comércio, conforme compromisso assumido anteriormente nas negociações do Acordo de Complementação Econômica nº 53" afirma a nota dos ministérios.

O comunicado diz ainda que "o governo brasileiro pretende retomar as negociações para um acordo mais abrangente de livre comércio com o México, paralisadas desde 2017.”

RC/abr/ots

______________

A Deutsche Welle é a emissora internacional da Alemanha e produz jornalismo independente em 30 idiomas. Siga-nos no Facebook | Twitter | YouTube 

WhatsApp | App | Instagram | Newsletter

Leia mais