Anke Huber é co-diretora do Torneio de Filderstadt | Notícias sobre política, economia e sociedade da Alemanha | DW | 07.10.2002
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Alemanha

Anke Huber é co-diretora do Torneio de Filderstadt

A ex-tenista alemã, de 27 anos, encerrou sua carreira no ano passado e retorna agora como co-diretora do Torneio de Filderstadt. Sua meta é dar um novo impulso ao tênis feminino.

default

A tenista alemã Anke Huber em ação, antes de encerrar a carreira

Já faz um ano que Anke Huber se despediu oficialmente das quadras. Agora, no Torneio de Filderstadt, que começou nesta segunda-feira (07/10), a alemã retorna ao mundo do tênis assumindo a função de co-diretora da competição, ao lado de Udo Cervelline.

O convite, feito em meados de agosto, foi uma surpresa para Anke, que nem cogitava assumir um cargo semelhante. Depois de uma semana analisando os prós e contras, ela decidiu aceitar o desafio. "Filderstadt é o único torneio em que eu teria coragem de exercer tal função", disse a ex-tenista que foi campeã duas vezes nesta competição, em 1991 e 1994.

Anke Huber é responsável pelo departamento de operações e sua escolha não foi por acaso. Ela deve dar brilho ao Torneio e trazer idéias novas, que ajudem a incrementar ainda mais o esporte. "O tênis feminino alemão não anda muito em alta ultimamente", avalia a ex-atleta, acrescentando que "não dá para esperar muito das tenistas mais novas".

No momento, além da função de co-diretora deste torneio, Anke Huber está em tratativas com a Federação Alemã de Tênis para colocar em prática um projeto de fomento ao esporte entre os jovens.

Uma representante, uma esperança

Apenas uma alemã participa do torneio realizado no estado de Baden-Württemberg. Barbara Rittner foi a única tenista que conseguir passar da pré-qualificação. Ela terá uma difícil estréia, jogando na terça-feira (08/10) contra a francesa Amelie Mauresmo, quinta colocada no ranking mundial.

Depois da desistência de Serena Williams, que alegou cansaço, a grande favorita do torneio de Filderstadt, dotado de 565 mil dólares em prêmios, é a americana Jennifer Capriati. Suas mais fortes rivais são Jelena Dokic (Iugoslávia), Justine Henin (Bélgica), Martina Hingis (Suíça) e a campeã do ano passado, Lindsay Davenport (USA).