Acidente de trem deixa ao menos 11 mortos no Egito | Notícias internacionais e análises | DW | 18.04.2021

Conheça a nova DW

Dê uma olhada exclusiva na versão beta da nova DW. Sua opinião nos ajudará a torná-la ainda melhor.

  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages
Publicidade

Oriente Médio

Acidente de trem deixa ao menos 11 mortos no Egito

Quatro vagões descarrilaram ao norte do Cairo, no mais recente de uma série de acidentes ferroviários ocorridos no país nos últimos anos. Quase 100 pessoas ficaram feridas.

Multidão em volta de trem descarrilado

A causa do acidente está sendo investigada, afirmam autoridades

Um trem de passageiros descarrilou ao norte do Cairo neste domingo (18/04), matando ao menos 11 pessoas e ferindo 98, informou o Ministério da Saúde do Egito em comunicado. Esse é o mais recente de vários acidentes ferroviários que atingiram o país nos últimos anos.

O trem havia partido da capital egípcia em direção à cidade de Almançora. Segundo a autoridade ferroviária do país, quatro vagões saíram dos trilhos por volta das 14h (hora local) na cidade de Banha, capital da província de Caliubia, a cerca de 40 quilômetros ao norte do Cairo.

Ainda não está claro o que levou o trem a descarrilar, disse a Egyptian National Railways. Os promotores afirmaram que já estão investigando a causa do acidente.

O jornal Al-Ahram, do governo egípcio, informou que as autoridades detiveram pelo menos dez funcionários ferroviários, incluindo o maquinista do trem e seu assistente.

Vídeos nas redes sociais mostram vagões entornados e uma multidão de passageiros em volta do trem, enquanto equipes de resgate buscam por sobreviventes.

Segundo o Ministério da Saúde, mais de 50 ambulâncias levaram os passageiros que precisaram de tratamento para três hospitais próximos na mesma província. A maioria dos 98 feridos sofreu fraturas nos ossos, cortes e contusões, disse a pasta.

Série de acidentes de trem

O descarrilamento é apenas o mais recente de uma série de acidentes de trem no Egito, que registra centenas de ocorrências ferroviárias como essa todos os anos.

Em 25 de março, pelo menos 20 pessoas morreram e quase 200 ficaram feridas quando dois trens de passageiros colidiram perto de Tahta, cerca de 440 quilômetros ao sul do Cairo. Promotores disseram que o acidente foi causado por uma negligência grosseira por parte dos funcionários ferroviários.

Já na semana passada, pelo menos 15 pessoas ficaram feridas quando três vagões de um trem descarrilaram na província de Sharqia, no delta do Nilo.

O acidente ferroviário mais mortal do Egito ocorreu em 2002, quando mais de 300 pessoas morreram após um incêndio em um trem de passageiros noturno que viajava do Cairo ao sul do país.

Os acidentes são atribuídos principalmente a equipamentos com manutenção inadequada e gerenciamento incorreto de um sistema ferroviário já degradado. O governo afirma que lançou uma ampla iniciativa de modernização e renovação da malha.

ek (AP, Reuters, Lusa)

Leia mais