Moçambique vai comprar 300 ventiladores na luta contra a Covid-19 | Moçambique | DW | 10.04.2020
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Moçambique

Moçambique vai comprar 300 ventiladores na luta contra a Covid-19

Medida do Governo pretende preparar o Sistema Nacional de Saúde moçambicano para enfrentar a pandemia do novo coronavírus. Custo dos equipamentos deverá ser suportado por parceiros internacionais.

O anúncio foi feito esta sexta-feira (10.04) pelo ministro da Economia e Finanças de Moçambique. Adriano Maleiane respondia a perguntas dos deputados da Comissão do Plano e Orçamento (CPO) da Assembleia da República (AR) de Moçambique, durante uma audição sobre as propostas do Plano Económico e Social (PES) e do Orçamento do Estado (OE) de 2020, que vão ser debatidos na próxima semana.

"De acordo com os serviços competentes [de saúde] está prevista a aquisição de 100 ventiladores fixos e 200 móveis", declarou Maleiane.

O custo das referidas máquinas está orçado em 228,5 milhões de meticais (3,1 milhões de euros) e será suportado por parceiros externos, havendo já entidades que manifestaram interesse nesse sentido, acrescentou.

Produzenten von Timbila Mosambik Instrument

Adriano Maleiane, ministro da Economia e Finanças de Moçambique

"Esperamos que os ventiladores tenham financiamento externo, caso não, vamos ter de encontrar formas de ir buscar esse dinheiro no Orçamento do Estado", afirmou o governante.

Mais recursos contra a pandemia

O ministro da Economia e Finanças de Moçambique esclareceu os deputados acerca do pedido de 700 milhões de dólares (639,9 milhões de euros) que o Executivo fez aos parceiros internacionais no dia 23 de março para o combate à Covid-19, sublinhando que o montante inclui a construção de hospitais, uma vez que há distritos sem este tipo de estruturas no país.

"Há muitos distritos que não estão preparados na eventualidade de o país entrar no nível quatro das medidas de combate à pandemia", referiu Adriano Maleiane.

Moçambique tem 17 casos oficialmente declarados de infeção pelo novo coronavírus. O número de mortes provocadas pela covid-19 em África é de 630 num universo de mais de 12.219 casos registados em 52 países, de acordo com a mais recente atualização dos dados da pandemia naquele continente.

Assistir ao vídeo 02:53

Moçambique: Educadores ambientais lutam contra coronavírus

Leia mais