Moçambique: Rogério Manuel morre em acidente de helicóptero | Moçambique | DW | 30.12.2018
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Moçambique

Moçambique: Rogério Manuel morre em acidente de helicóptero

O ex-presidente da Confederação das Associações Económicas era o único ocupante de um helicóptero que se despenhou na madrugada deste domingo (30.12), no distrito da Manhiça, Maputo.

O Instituto Nacional de Aviação Civil, citado pelo jornal "O País", já confirmou a queda do helicóptero e assegurou que só havia um ocupante na aeronave. Não revelou, no entanto, a identificação da vítima.

O helicóptero, onde seguia Rogério Manuel, ex-presidente da Confederação das Associações Económicas (CTA), partiu de Maputo com destino a Bilene por volta das 20:30h, tendo perdido o sinal algumas horas depois. As buscas tiveram início por volta da uma hora da madrugada.

Rogério Manuel era um empresário bastante conhecido em Moçambique, tendo estado envolvido em várias polémicas. A mais recente relacionada com a criação da companhia aérea CR Aviation, da qual era sócio.

Já em 2014, e ainda no durante o governo de Armando Guebuza, o ex-presidente da CTA fez várias manchetes por causa de, no âmbito do 18º aniversário da Confederação, ter oferecido um carro da marca Mercedez ao chefe de Estado moçambicano. Uma oferta que, segundo vários juristas, violou a Lei da Probidade Pública. Posteriormente, e através de um comunicado, a presidência moçambicana deu conta da devolução da viatura ao empresário.

Rogério Manuel foi um dos responsáveis pela criação da Federação dos Transportadores Rodoviários de Moçambique. O empresário era reconhecido no país pelo trabalho desenvolvido na área dos transportes. 

Leia mais