Joe Biden à frente na ″super terça-feira″ democrata nos EUA | Internacional – Alemanha, Europa, África | DW | 04.03.2020

Conheça a nova DW

Dê uma vista de olhos exclusiva à versão beta da nova página da DW. Com a sua opinião pode ajudar-nos a melhorar ainda mais a oferta da DW.

  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Internacional

Joe Biden à frente na "super terça-feira" democrata nos EUA

Joe Biden venceu as primárias democratas nos Estados Unidos em pelo menos oito estados na "super terça-feira", enquanto o senador Bernie Sanders conquistou quatro, incluindo a Califórnia, indicam os dados preliminares.

Bernie Sanders ou Joe Biden? Americanos escolhem adversário de Donald Trump nas eleições de novembro

Bernie Sanders ou Joe Biden? Americanos escolhem adversário de Donald Trump nas eleições de novembro

A disputa entre os candidatos democratas Bernie Sanders e Joe Biden acabou por se revelar renhida nesta "super terça-feira". Um dia de eleições que é sempre muito aguardado nos Estados Unidos em anos de presidenciais. Esta terça-feira (03.03), eleitores de 14 estados e um território votaram no candidato democrata que querem ver defrontar Donald Trump nas eleições de novembro.

Apesar das sondagens apontarem para a vitória do senador de Vermont Bernie Sanders, a verdade é que o ex-vice-presidente norte americano Joe Biden acabou por conquistar vários estados.

De acordo com as projeções divulgadas durantes as primeiras horas, Joe Biden sairá vencedor em pelo menos oito estados. Já Bernie Sanders terá sido o mais votado em pelo menos cinco. No entanto, o democrata progressista poderá conseguir um maior número de delegados, uma vez que venceu num dos estados mais populosos, a Califórnia.

O segundo estado mais populoso é o Texas, cujos resultados ainda não foram divulgados. Os restantes candidatos ficaram aquém das expectativas.

As opiniões dos americanos

A DW ouviu alguns americanos sobre as expectativas quanto aos rumos das eleições presidenciais deste ano. Ryan Raybum, apoiante de Bernie Sanders, destaca a compatibilidade de ideias. "Eu decidi votar em Bernie Sanders. As suas ideias vão ao encontro das minhas no que diz respeito ao futuro deste país e também na forma como deve ser gerido", justifica.

Ouvir o áudio 03:17

Joe Biden à frente na "super terça-feira" democrata nos EUA

"Adoraria ver o Presidente Donald Trump concorrer contra uma mulher, isso sim seria um verdadeiro duelo: Trump e a senadora Elizabeth Warren", diz Carol Ogden, reformada.

Dos candidatos na corrida esta terça-feira, destacam-se quatro: Bernie Sanders, Joe Biden, Elizabeth Warren e Michael  Bloomberg. Sanders era o favorito, tendo chegado à "super terça-feira” já em vantagem com 60 delegados conseguidos nas eleições já realizadas.

A confiança dos candidatos

No entanto, a vitória de Joe Biden nas primárias na Carolina do Sul, no fim de semana, trouxe uma dose de confiança extra à candidatura do ex vice-presidente e valeu-lhe o apoio de última hora de três dos candidatos democratas que desistiram, entretanto, da corrida: Beto O'Rourke, Pete Buttigieg e Amy Klobuchar.

USA Super Tuesday | Joe Biden in Los Angeles

Joe Biden e apoiantes estão confiantes nos resultados da "super terça-feira"

Joe Biden tem estado a ser o candidato apoiado pelos afro-americanos. Aconteceu na Carolina do Sul e voltou, esta terça-feira a acontecer nos estados da Virginia e Tennessee, cuja percentagem de afro-americanos é elevada. Ao início da noite, Joe Biden, que foi vice presidente no governo de Barack Obama, estava confiante.

"Sinto-me muito confiante, particularmente no Texas, Virgínia, Carolina do Norte, e até no estado da Califórnia, apesar de termos chegado tarde. Veremos", afirmou o candidato.

Por seu lado, e antes de se conhecerem os resultados oficiais, Bernie Sanders voltou a frisar: "Estamos determinados em derrotar o Presidente mais perigoso da história moderna do nosso país, um Presidente que é um mentiroso patológico, que dirige uma administração corrupta e que está a tentar minar a democracia americana."

Esta "super terça-feira” marca ainda a estreia do milionário Michael Bloomberg nas eleições primárias. Bloomberg gastou mais em publicidade na sua campanha política do que todos os outros candidatos juntos e garante que, apesar de ter chegado tarde, não pensa desistir.

Do lado dos republicanos, a "super terça-feira” acaba, este ano, por não ter tanto impacto, pois a nomeação de Donald Trump está assegurada. No Twitter, o Presidente norte-americano foi agradecendo ao longo da noite a todos os estados onde saiu vencedor.