Angola: Manuel Fernandes é o novo presidente da CASA-CE  | Angola | DW | 09.02.2021

Conheça a nova DW

Dê uma vista de olhos exclusiva à versão beta da nova página da DW. Com a sua opinião pode ajudar-nos a melhorar ainda mais a oferta da DW.

  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Angola

Angola: Manuel Fernandes é o novo presidente da CASA-CE 

Manuel Fernandes foi eleito esta terça-feira como novo líder da coligação partidária CASA-CE e promete mudanças. Mas analista ouvido pela DW África mostra-se cético.

Manuel Fernandes, novo líder da CASA-CE

Manuel Fernandes, novo líder da CASA-CE

Manuel Fernandes foi eleito com três votos a favor e duas abstenções durante uma reunião do colégio presidencial da Convergência Ampla de Salvação de Angola - Coligação Eleitoral (CASA-CE), esta terça-feira (09.02).

O político prometeu "uma CASA-CE dinâmica, uma CASA-CE que todo o povo conhece. Aquela que está junto do eleitorado, junto do cidadão".

Fernandes sucede no cargo a André Mendes de Carvalho "Miau", que, na semana passada, apresentou a demissão após pressões nesse sentido por parte de quatro dos seis partidos da coligação. Os partidos pediam um novo presidente que trouxesse mais "dinamismo" e pudesse "alavancar" a força política.

O desafio de reorganizar a CASA

Contra o afastamento de "Miau" estiveram o Bloco Democrático e o Partido de Apoio para a Democracia e Desenvolvimento de Angola - Aliança Patriótica (PADDA-AP), os dois que se abstiveram na votação desta terça-feira.

Cesinanda Xavier, porta-voz da CASA-CE, frisou que a eleição de Manuel Fernandes é um processo "normal" em democracia.

"É normal alguém deixar o cargo ou uma função e haver outro a substituí-lo. A cadeira não pode ficar vazia", afirmou.

Mendes de Carvalho eröffnet Wahlkampf der Oppositionspartei CASA-CE

André Mendes de Carvalho "Miau", ex-líder da CASA-CE

Segundo a porta-voz, "o primeiro desafio é reorganizar a CASA e pôr a máquina a funcionar para estar preparada para as eleições autárquicas e eleições gerais".

Manuel Fernandes toma posse na próxima sexta-feira (12.02). Será o terceiro presidente da coligação fundada em 2012 por Abel Chivukuvuku, destituído em 2019 por alegada "quebra de confiança".

A CASA a desmoronar?

Para o jornalista angolano Ilídio Manuel, a segunda maior força política da oposição em Angola está a perder fulgor – e o novo presidente Manuel Fernandes não conseguirá contrariar essa tendência.

"Não acredito que a CASA venha a ter o mesmo protagonismo que tinha no tempo de Abel Chivukuvuku com Manuel Fernandes. Tenho em linha de conta que Abel Chivukuvuku foi uma figura carismática, um orador nato e um grande mobilizador de massas. Carisma é uma qualidade que Manuel Fernandes não dispõe", compara.

Por isso, o analista prevê que "a CASA vai continuar a degradar-se já que está numa situação bastante conturbada e não se sabe qual será o rumo. Tudo aponta que o futuro é incerto."

Assistir ao vídeo 01:12

CASA-CE: "Não aceitaremos a adulteração da vontade do povo"

Leia mais