Turcos temem epidemia da gripe aviária | Europa | DW | 06.01.2006
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages
Publicidade

Europa

Turcos temem epidemia da gripe aviária

Descobertos novos focos da doença no oeste e sudeste do país, que tem as três primeiras vítimas humanas do H5N1 fora da Ásia. OMS envia peritos à Turquia.

Subiu para três, nesta sexta-feira (06/01), o número de vítimas humanas da gripe aviária na Turquia. Uma menina de 11 anos morreu em conseqüência da doença, que já causou outras duas mortes no país e mais de 70 no mundo.

As três vítimas registradas até agora, de 11, 14 e 15 anos, na fronteira da Turquia com o Irã, tinham sido contagiadas pelo vírus H5N1, devido ao contato com aves dentro de casa e o consumo de carne de frango doente. Outros três pacientes ainda se encontram em estado crítico.

Nesta sexta-feira, mais de 25 pessoas foram atendidas, apresentando sintomas da gripe aviária, no hospital de Van, no oeste da Turquia. Em Dugubayazit, cidade natal de duas das três vítimas, muitos país levaram suas crianças para realizar exames médicos.

Cresce na população turca o temor de que o vírus H5N1 desencadeie uma epidemia no país. O ministro da Agricultura, Mehdi Eker, informou que no oeste e sudeste da Turquia foram descobertos novos casos de gripe do frango. As autoridade locais mandaram matar sete mil aves.

A Organização Mundial da Saúde enviou peritos à Turquia, para analisar a causa das três mortes e também ainda espera o resultado de um segundo exame, que está sendo realizado em Londres, para saber se foi realmente o vírus H5N1.

Leia mais