Tragédia em autobahn no sul da Alemanha | Notícias sobre política, economia e sociedade da Alemanha | DW | 03.07.2017
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Alemanha

Tragédia em autobahn no sul da Alemanha

Ônibus com 48 pessoas a bordo colide com traseira de caminhão em autoestrada na Baviera e pega fogo. Um dos motoristas e 17 idosos não sobrevivem. A viagem saiu da Saxônia e tinha como destino o Lago de Garda, na Itália.

Bombeiros trabalham no resgate das vítimas

Bombeiros trabalham no resgate das vítimas

Um ônibus de viagem com 48 pessoas a bordo se chocou nesta segunda-feira (03/07) contra um caminhão no sudeste da Alemanha. O veículo pegou fogo e causou a morte de 18 pessoas e feriu outras 30 – duas em estado crítico.

A colisão aconteceu num trecho em que o trânsito estava lento na autobahn (autoestrada) 9, perto da cidade de Münchberg, na Baviera. Após bater contra a traseira do caminhão, o ônibus pegou fogo.

Trinta feridos foram tratados pelos serviços de emergência – dois estão no hospital em estado grave. Um dos dois motoristas está entre os mortos. O ônibus saiu da Saxônia e tinha como destino o Lago de Garda, no norte da Itália. Os 46 passageiros tinham entre 66 e 81 anos de idade. O motorista do caminhão saiu ileso.  

Deutschland Busunfall auf der A9 (picture-alliance/dpa/News5/Fricke)

Helicópteros durante o resgate

"Nós, como governantes, vamos fazer todo o possível para esclarecer as causas dessa catástrofe", afirmou o governador da Baviera,  Horst Seehofer. "Vamos rezar pelos feridos."

Cerca de 200 bombeiros, policiais e médicos foram mobilizados para o local. As primeiras forças chegaram dez minutos após o pedido de emergência. Os bombeiros contam que, ao chegarem à autoestrada, o ônibus já estava consumido pelo fogo. Não se sabe, porém, por que o veículo queimou tão rapidamente. Sobrou apenas o esqueleto de aço do ônibus – parte se fundiu com a traseira do caminhão.

No local onde aconteceu a tragédia, o limite de velocidade era 120 km/h. Até agora, intriga os especialistas o fato de nem a carcaça do caminhão nem do ônibus, apesar de queimadas, demonstrarem grandes danos derivados da batida em si.  

Também não há informação sobre a velocidade em que o ônibus se encontrava - sabe-se apenas que o caminhão à frente trafegava em velocidade reduzida, devido a um congestionamento.

Ainda não há dados sobre os passageiros, mas as primeiras informações são de que se tratava de um grupo de idosos. Entre as pessoas a bordo, duas eram motoristas. A chanceler federal, Angela Merkel, enviou suas condolências às vítimas.

RPR/dpa

Leia mais