Três esquiadores morrem em avalanche na Áustria | Notícias internacionais e análises | DW | 13.01.2019
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Europa

Três esquiadores morrem em avalanche na Áustria

Quarto integrante de grupo de alemães segue desaparecido, e buscas são suspensas devido a risco de novas avalanches. Autoridades acreditam que eles tenham se aventurado por pista fechada devido a condições climáticas.

Estação de esqui de Lech

Estação de esqui de Lech, onde corpos de esquiadores foram encontrados

Três esquiadores alemães morreram ao serem atingidos por uma avalanche nos arredores da estação de esqui de Lech am Alberg, no oeste da Áustria, afirmou a polícia local neste domingo (13/01). Uma quarta pessoa está desaparecida.

Os três homens cujos corpos foram localizados na noite deste sábado tinham 57, 36 e 32 anos de idade. O grupo, composto ainda por um homem de 28 anos, foi encontrado perto da pista Langer Zug, que estava fechada devido às condições climáticas. Trata-se de uma das pistas mais íngremes do mundo.

Apesar de estarem munidas de equipamentos de proteção contra avalanches e airbags, as vítimas foram soterradas pela neve e sofreram traumatismos. Os três esquiadores foram localizados com a ajuda de um sistema de rastreamento de celulares por volta das 23h, algumas horas depois de a esposa de um deles comunicar o desaparecimento.

O prefeito de Lech am Arlberg, Ludwig Muxel, lamentou a tragédia. "Foi dito várias vezes: por favor, deixe as áreas de esqui não protegidas. Permaneça nas pistas protegidas. E apesar disso a mensagem é repetidamente ignorada", disse.

A busca pelo quarto esquiador foi suspensa devido às intensas nevascas vêm atingindo a região dos Alpes e ao risco de novas avalanches. As mortes dos três esquiadores elevam para 24 o número de vítimas das condições climáticas na Europa neste mês.

Várias áreas da Áustria estão em alerta diante do risco de avalanches após uma grande quantidade de neve cair nos últimos dias. O acúmulo de neve provocou queda de árvores e queda de energia e deixou estradas bloqueadas. Cerca de 900 soldados estão mobilizados em seis dos nove estados austríacos em tarefas de limpeza e assistência.

Neste sábado, autoridades do sul da Alemanha e da Áustria aproveitaram uma trégua nas nevascas para remover grandes quantidades de neve de telhados e estradas, mas voltou a nevar fortemente pela noite.

Na cidade de Kempten, na Baviera, as autoridades locais fecharam 11 ginásios de esportes por precaução devido ao peso da neve acumulada sobre seus telhados. Na sexta-feira, as Forças Armadas alemãs resgataram de helicóptero um grupo de 66 alunos e professores alemães isolados na estação de esqui de Kasberg, em Grünau.

Trens em trechos entre as cidades alemãs de Munique e Lindau, próxima à fronteira com a Áustria, foram obrigados a viajar a uma velocidade mais lenta que a usual devido ao risco de queda de árvores. Na Suíça, uma avalanche atingiu o restaurante de um hotel em Schwägalp, deixando três pessoas feridas.

Nos Alpes austríacos e bávaros, a previsão é de que as condições climáticas se mantenham extremas nos próximos dias.

LPF/efe/dpa/ap/rtr

______________

A Deutsche Welle é a emissora internacional da Alemanha e produz jornalismo independente em 30 idiomas. Siga-nos no Facebook | Twitter | YouTube 

WhatsApp | App | Instagram | Newsletter

Leia mais