Tênis como passagem de metrô em Berlim | Colunas semanais da DW Brasil | DW | 22.01.2018
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages
Publicidade

Coluna Checkpoint Berlim

Tênis como passagem de metrô em Berlim

Promoção leva dezenas de pessoas a acamparem dias em frente às lojas para conseguir um dos 500 pares disponíveis, vendidos por 180 euros. Mais uma inovação da criativa empresa de transporte público da capital.

Tênis da BVG

Estampa de tênis é inspirada em bancos do metrô berlinense

Já imaginou usar um tênis que vale como passagem do transporte público? A ideia, meio absurda, acaba de ser lançada pela empresa pública que administra os ônibus, metrôs e bondes de Berlim, a BVG.

No ano passado, já havia escrito sobre a eficiência do transporte público na capital alemã e a criatividade da empresa na busca por novos usuários. Mas a cada ano que passa a BVG parece se superar na irreverência. Para comemorar seu aniversário de 90 anos, a queridinha de Berlim inovou mais uma vez, com uma campanha lançada em parceria com a Adidas.

Clarissa Neher

A jornalista Clarissa Neher vive em Berlim desde 2008

A empresa criou um tênis, com a mesma estampa dos bancos dos metrôs berlinenses, que vale como um bilhete anual nas dez linhas de metrô, 22 de bonde e mais de 150 de ônibus. A passagem é bordada na língua do calçado. Enquanto a passagem anual custa entre 728 e 761 euros, dependendo da forma de pagamento, o tênis sai por 180 euros.

Há, porém, uma condição meio adversa nesta promoção: o proprietário tem que estar usando o tênis para que a passagem seja válida. Apenas levá-lo na mochila e mostrar no controle não vale.

Além disso, o usuário tem que usar ambos os pés. Essa regra foi imposta para evitar que espertinhos fiquem com um pé só e vendam o outro, possibilitando que duas pessoas andem com o mesmo o bilhete. Ou seja, se a pessoa precisa do transporte público diariamente, terá que usar o mesmo sapato o ano todo.

A promoção também foi limitada. Apenas 500 pares foram colocados à venda, em duas lojas na cidade, o que levou à formação de filas três dias antes do início das vendas, na terça-feira passada. Nem temperaturas negativas nem o frio impediram dezenas de interessados de acamparem em frente aos estabelecimentos comerciais.

A campanha fez mais sucesso do que o lançamento de iPhones na cidade. Na véspera do início das vendas, centenas de pessoas passaram a noite no meio da neve esperando a abertura da loja. O produto se esgotou em poucas horas.

Tênis com ticket do transporte público de Berlim

Ticket anual é bordado na aba

Mas nem todos estavam interessados no bilhete de transporte público. Alguns esperavam revender o sapato por um valor bem maior, devido à edição limitada da peça. No ebay, o tênis está sendo vendido por mais de mil euros. 

Segundo a porta-voz da BVG, a campanha visava atrair a atenção dos jovens e ganhá-los como novos usuários do transporte público e talvez como futuros funcionários.

Com a campanha, a BVG mostrou novamente que é uma das empresas de transporte mais inovadoras do mundo. A aproximação com seu clientes começa pelo slogan: "Porque nós te amamos!" e segue com propagandas criativas nas quais faz piada dos próprios problemas ou destaca que tudo é permitido em seus veículos, só não pode deixar de pagar a passagem.

Outra ação que deu o que falar ocorreu em dezembro. A empresa ofereceu um pequeno show da banda irlandesa U2 numa estação de metrô da linha U2. Alguns passageiros foram pegos de surpresa. Os músicos chegaram à estação, onde o show acústico foi transmitido ao vivo nas redes sociais da BVG, usando o metrô.

Assistir ao vídeo 01:43

U2 toca no metrô de Berlim

O tênis não é o primeiro produto pessoal lançado pela BVG. Além de passagens, em sua loja virtual, a empresa vende uma coleção de roupas com a estampa dos bancos de metrô, capas para celulares e xícaras. Só mais um porém sobre o tênis: ele não vale como passagem para o S-Bahn, os trens que são operados pela Deutsche Bahn (DB).

Clarissa Neher é jornalista freelancer na DW Brasil e mora desde 2008 na capital alemã. Na coluna Checkpoint Berlim, publicada às segundas-feiras, escreve sobre a cidade que já não é mais tão pobre, mas continua sexy.

----------------

A Deutsche Welle é a emissora internacional da Alemanha e produz jornalismo independente em 30 idiomas. Siga-nos no Facebook | Twitter | YouTube | WhatsApp | App

Leia mais

Áudios e vídeos relacionados