Submarino da Segunda Guerra é encontrado 75 anos depois | Notícias internacionais e análises | DW | 12.11.2019
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages
Publicidade

Mundo

Submarino da Segunda Guerra é encontrado 75 anos depois

Embarcação americana estava desaparecida desde 1944, quando foi atacada por aeronaves japonesas. Destroços são agora localizados por grupo de exploradores no Mar da China Oriental, a mais de 400 metros de profundidade.

Submarino USS Grayback, aqui em foto de 1941, afundou com uma tripulação de 80 membros

Submarino USS Grayback, aqui em foto de 1941, afundou com uma tripulação de 80 membros

Um submarino dos Estados Unidos que desapareceu há 75 anos foi encontrado no fundo do Mar da China Oriental, segundo informou nesta segunda-feira (11/11) o grupo Lost 52 Project, que busca embarcações americanas desaparecidas.

Com uma tripulação de 80 membros, o submarino USS Grayback sumiu do mapa em 1944, após ser atacado por aeronaves japonesas durante a Segunda Guerra Mundial.

Agora, seus destroços foram achados na costa de Okinawa, no Japão, pelo explorador Tim Taylor e sua equipe do Lost 52 Project, que se dedica a procurar e fornecer informações sobre submarinos e marinheiros americanos desaparecidos na Segunda Guerra.

O USS Grayback nunca havia sido encontrado em parte porque as informações registradas pelos japoneses sobre o local em que o submarino afundou foram traduzidas incorretamente, causando um erro de localização de ao menos 160 quilômetros e levando a um mistério de 75 anos.

O Lost 52 Project conseguiu finalmente localizar o submarino depois de examinar documentos militares com as coordenadas corretas. O grupo usou veículos subaquáticos autônomos para encontrar os destroços, o que ocorreu em 5 de junho deste ano, cerca de 80 quilômetros ao sul de Okinawa, a uma profundidade de 430 metros.

"A confirmação do local como sendo de uma embarcação militar afundada da Marinha dos EUA garante que ela seja protegida contra perturbações, salvaguardando o local de descanso final de nossos marinheiros", disse Taylor, iniciador do projeto.

As famílias dos 80 tripulantes a bordo do submarino foram informadas sobre a descoberta.

Kathy Taylor, cujo tio John Patrick King estava no submarino, afirmou que a descoberta traz finalmente um desfecho ao caso. "Desde que eu era uma garotinha, prometi que iria encontrá-lo ou procurá-lo ou manter sua memória viva", disse ela em entrevista à emissora americana ABC News.

O USS Grayback foi um dos 52 submarinos americanos perdidos em ação, e acredita-se que ele tenha afundado pelo menos 14 navios durante a guerra, tendo sido condecorado por isso mais tarde.

CA/dpa/ots

______________

A Deutsche Welle é a emissora internacional da Alemanha e produz jornalismo independente em 30 idiomas. Siga-nos no Facebook | Twitter | YouTube 
App | Instagram | Newsletter

Leia mais