Semifinal entre Alemanha e Turquia é teste para a integração | Acompanhe a cobertura especial sobre as partidas da Eurocopa | DW | 24.06.2008
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Eurocopa

Semifinal entre Alemanha e Turquia é teste para a integração

Os turcos formam o maior grupo de estrangeiros na Alemanha. A maioria mantém sua língua e suas tradições e torce para a seleção da Turquia, que enfrentará os alemães na primeira semifinal da Euro.

default

Bandeiras da Alemanha e da Turquia à venda no bairro de Kreuzberg, em Berlim

De um lado, a oportunidade de maior integração por meio da festa do futebol. Do outro, o temor de desentendimentos entre as torcidas. É com esses sentimentos opostos que políticos e a imprensa alemã tratam a partida entre Alemanha e Turquia, nesta quarta-feira (25/06) em Basiléia, válida pelas semifinais da Eurocopa 2008.

"Espero que não vença apenas a melhor equipe, mas também a amizade turco-alemã", afirmou ao jornal Tagesspiegel o ministro do Interior da Alemanha, Wolfgang Schäuble, a quem está subordinada a segurança interna.

O presidente da Comunidade Turca da Alemanha, Kenan Kolat, disse acreditar que o jogo transcorrerá em clima de tranquilidade. "Alemães e turcos devem assistir ao jogo e comemorar juntos", afirmou. Ele aposta numa vitória da Turquia.

O governo em Berlim divulgou que a chanceler federal, Angela Merkel, assistirá à partida em Basiléia, ao lado do primeiro-ministro turco, Recep Tayyip Erdogan. "Espero primeiramente um jogo bom e correto. E é claro que torço para a seleção alemã", disse a chanceler.

Imprensa

Fußball EM 2008 Schweiz Türkei Jubel türkische Fans in Deutschland Fans

Torcedores da Turquia comemoram vitória em Frankfurt

Nesta segunda-feira, empresários do setor de comunicação divulgaram uma declaração na qual reforçam as relações de amizade entre os dois países. Independentemente da disputa pela vitória em campo, a semifinal entre Turquia e Alemanha é um jogo "a favor da Europa", afirma o texto, assinado pelos empresários Hubert Burda (revista alemã Focus) e Aydin Dogan (jornal turco Hürriyet).

Também o diretor de redação do Bild, Kai Diekmann, assinou a declaração. O Bild é o jornal de maior tiragem da Alemanha, com mais de 3,3 milhões de exemplares diários. Já na sua edição de segunda-feira, o diário trazia uma matéria com o título "Vamos festejar juntos a melhor festa de futebol de todos os tempos", ao lado de fotos de torcedores alemães e turcos.

Turcos na Alemanha

Na Alemanha vivem mais de 2,1 milhões de pessoas de origem turca e cerca de 1,7 milhão têm passaporte turco, o que equivale a 25,8% de todos os estrangeiros que vivem no país. A maioria está concentrada em regiões industriais, como o Vale do Ruhr, ou na capital Berlim.

Apesar de suas famílias terem chegado há mais de meio século à Alemanha, boa parte dos turcos que vivem no país conserva suas tradições e sua língua. Em cidades alemãs como Colônia ou Berlim houve festa nas ruas após a vitória da seleção turca sobre a Croácia, na sexta-feira passada. A forte presença turca transformou a integração de imigrantes num dos principais temas políticos e sociais da Alemanha nos últimos anos.

Fussball EM 2008 Fans Deutschland Polen Fanzone Hamburg freies Bildformat

Em Hamburgo e em outras cidades alemãs, milhares acompanham os jogos em telões

Segurança

Em Berlim, onde a comunidade turca soma 200 mil pessoas, o tradicional telão ao ar livre em frente ao Portão de Brandemburgo ganhará mais 500 metros de extensão, chegando a 1,2 quilômetro. O motivo é claro: o afluxo de gente deve ser o maior desta Eurocopa. São esperadas 500 mil pessoas.

Para garantir a segurança do público, o contingente policial será reforçado em várias cidades alemãs, como Hamburgo, Bremen e Munique, além, é claro, de Berlim. "Estamos cientes do teor explosivo desse jogo", afirmou a polícia de Bremen. Vários policiais alemães que estavam na Áustria trabalhando na segurança da Euro 2008 já retornaram à Alemanha.

Leia mais