Selva de concreto ganha cores vibrantes | Programa semanal sobre cultura e arte contemporânea | DW | 18.04.2019
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Camarote.21

Selva de concreto ganha cores vibrantes

Fotógrafo alemão cria universos coloridos no cenário cinzento das grandes cidades. No processo criativo, Paul Eis recorre ao legado dos arquitetos da Bauhaus.

Assistir ao vídeo 02:55

Natural de Berlim, o fotógrafo e estudante de arquitetura Paul Eis nunca gostou das construções cinzentas das grandes metrópoles. “Muitos prédios se tornam invisíveis por causa da cor. Eles são pintados de cinza, como o resto da cidade, e desaparecem”, comenta. Pensando nisso, ele resolveu colorir a arquitetura das cidades, mesmo que apenas na foto. As imagens de Paul são também uma crítica à arquitetura contemporânea – que ele considera muito pouco inovadora. “As técnicas de construção da época da Bauhaus são usadas ainda hoje à exaustão porque são soluções econômicas e de larga escala. Mas o pensamento progressista que havia e deveria haver por trás se perdeu. Hoje não vemos inovação na arquitetura“, opina.