Sanders declara apoio a Hillary Clinton | Notícias e análises internacionais mais importantes do dia | DW | 12.07.2016
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Mundo

Sanders declara apoio a Hillary Clinton

Após um mês de resistência, senador decide apoiar campanha da sua rival nas primárias do Partido Democrata. "Farei todo o possível para que ela seja a próxima presidente dos EUA", disse Sanders, ao lado de Clinton.

Hillary Clinton e Bernie Sanders em comício no estado de New Hampshire

Hillary Clinton e Bernie Sanders em comício no estado de New Hampshire

O senador Bernie Sanders declarou apoio nesta terça-feira (12/07) à campanha de Hillary Clinton, sua rival nas primárias do Partido Democrata.

O anúncio aconteceu depois de o ex-pré-candidato ter resistido a endossar a campanha de Clinton para exercer pressão sobre o conteúdo programático do partido.

Após semanas de negociação, tudo indica que os democratas conseguiram se unificar para enfrentar o candidato republicano, Donald Trump, nas urnas em novembro.

"Hillary Clinton ganhou as primárias, e eu a parabenizo por isso. Ela será a indicada democrata para a presidência, e farei todo o possível para que seja a próxima presidente dos Estados Unidos", afirmou Sanders no primeiro ato de campanha conjunto, na cidade de Portsmouth, em New Hampshire.

Ameaça de Trump

Durante o evento, o senador pelo estado de Vermont alertou para os riscos de uma possível eleição de Trump à Casa Branca.

"Se alguém pensa que essa eleição não é importante, pare para pensar nos juízes que Donald Trump vai nomear para a Suprema Corte e o que isso significa para as liberdades civis, a igualdade de direitos e o futuro do nosso país", disse.

Depois de uma longa batalha com Sanders, Clinton garantiu o número suficiente de delegados para assegurar a indicação do Partido Democrata.

O presidente americano, Barack Obama, que também declarou apoio à ex-secretária de Estado, participou ao lado dela de um comício na Carolina do Norte, na semana passada.

KG/efe/afp

Leia mais