1. Pular para o conteúdo
  2. Pular para o menu principal
  3. Ver mais sites da DW

Quem substituirá Angela Merkel?

23 de setembro de 2021

[Vídeo] Três partidos ou alianças de partidos indicaram candidatos oficiais para o cargo de chanceler federal da Alemanha. Conheça as promessas e um histórico resumido de cada um deles: Olaf Scholz, Armin Laschet e Annalena Baerbock.

https://www.dw.com/pt-br/quem-substituir%C3%A1-angela-merkel/video-59289010

Três candidatos disputam o cargo de chanceler federal. O social-democrata Olaf Scholz, que liderava as pesquisas a uma semana da votação, promete aumentar a oferta de habitação a preços acessíveis e o salário mínimo.

"E tenho também, naturalmente, um plano bom e claro para os anos 2020, para o que tem que ser feito agora, sobre como podemos assegurar que haja mais respeito em nossa sociedade, e criar uma base econômica para que ainda tenhamos bons empregos em 10, 20, 30 anos", frisou o candidato do SPD a chanceler federal.

Armin Laschet levou o partido conservador CDU a um mínimo histórico. Ele promete a redução de impostos, reforço da segurança e ação climática. "A minha candidatura, a minha compreensão do cargo de chanceler federal da República Federal da Alemanha é europeia. Toda a Europa está olhando como a Alemanha se coloca nessa fase em termos de pessoal, e para cada problema em escala global, precisamos de soluções multilaterais", contou o candidato da CDU, que é aliado da atual chanceler Angela Merkel.

Annalena Baerbock é a primeira candidata dos verdes a chanceler federal. Dias antes das eleições, ela estava em terceiro lugar nas pesquisas. Ela promete impostos mais altos para os ricos e a adoção de políticas climáticas mais rigorosas. "Estamos num momento em que podemos tomar uma nova decisão como sociedade e como país: queremos continuar fazendo o que sempre fizemos ou nos atreveremos a recomeçar e a renovar nosso país?", questiona a candidata do Partido Verde.

Quem quer que substitua Angela Merkel precisará de apoio de pelo menos um dos outros partidos para formar um governo.