Quando equilibrar pedras se transforma em arte | Programa semanal sobre cultura e arte contemporânea | DW | 20.09.2017
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Camarote.21

Quando equilibrar pedras se transforma em arte

Sueco transforma hobby incomum em obras de arte. Pontus Jansson faz sucesso nas redes sociais com esculturas que, muitas vezes, duram apenas alguns segundos.

Assistir ao vídeo 04:15

As palavras de ordem aqui são calma, concentração e paciência! O sueco Pontus Jansson tem uma paixão por equilibrar pedras. Com elas, ele consegue fazer esculturas aparentemente impossíveis.

“Em algum momento você sente que as pedras se encaixam umas nas outras e estão equilibradas. Aí você solta e espera pelo melhor. Sempre balança um pouco quando você tira as mãos. Você nunca sabe se elas vão cair ou não”, afirma ele.

Pontus pratica esse passatempo um tanto incomum há quatro anos. Algumas esculturas levam poucos minutos para ficarem prontas. Para outras, ele precisa de várias horas. As pedras não podem ser muito pesadas, nem muito lisas, e o melhor é trabalhar com pedras com uma superfície ligeiramente áspera. Mas mesmo com muito treino, nem sempre tudo sai como o esperado. O fracasso faz parte do jogo e pode irritar até mesmo a mente mais equilibrada. "Às vezes é meio frustrante quando você trabalha por tanto tempo e aí tudo desmorona na hora de fazer a foto. Fico um pouco irritado", desabafa. 

Depois de fotografar as obras, Pontus edita as fotos no computador e posta nas redes sociais. E também faz vídeos, o que impressionou o público ainda mais: "as pessoas pensavam que eu colava as pedras. Aí, quando fiz os vídeos, deu para todo mundo ver que não tem nada colado aqui! O primeiro vídeo se tornou viral e então fiz o segundo – que também fez sucesso."

As pilhas de pedras parecem desafiar a gravidade...pelo menos por um tempo.