Prever catástrofes monitorando animais do espaço | DW Brasil | Notícias e análises do Brasil e do mundo | DW | 13.02.2019
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

NOTÍCIAS

Prever catástrofes monitorando animais do espaço

Conheça no Futurando o projeto que acompanha migração de animais a partir da Estação Espacial Internacional.

Os bichos podem mesmo prever catástrofes ambientais? Você vai ver no Futurando desta semana um projeto que quer monitorar do espaço os animais para responder a essa pergunta. O nome do projeto é Icarus. Cientistas instalaram uma antena na Estação Espacial Internacional que recebe sinais de transmissores colocados em diversos bichos ao redor do mundo. A ideia é coletar e interpretar dados sobre a migração deles.

Vamos falar também de um software desenvolvido no Canadá que permite a comunicação entre máquinas. Um drone, por exemplo, "diz” para o outro que tipo de imagem por ser feita a partir dele para que as tarefas sejam distribuídas entre os outros equipamentos. Eles se comunicam entre eles e tomam decisões sozinhos. O objetivo é no futuro conseguir estudar a Lua ou até Marte.

Aliás, Marte é o planeta mais pesquisado. Não por acaso, mais uma missão no astro teve início ano passado. É a missão InSight, que quer conhecer melhor o interior do planeta vermelho, que é potencialmente o mais parecido com a Terra. InSight deve trazer novos conhecimentos sobre o desenvolvimento de Marte e da Terra.

O Futurando embarca ainda num mundo novo que é o da arte feita com inteligência artificial. Computadores criam obras que são sucesso nas galerias. Já teve até obra vendida por mais de 400 mil dólares.

A questão que fica é: um computador é mesmo necessário para se criar uma obra de arte digna dos padrões do século 21, ou real e virtual estão produzindo uma mistura explosiva que no final das contas não contribui com o processo criativo dos artistas? Seria a tecnologia tão essencial para uma atividade que se baseia no exercício da percepção humana? Ou a percepção humana pode ser expandida por um computador? Dois artistas deram suas opiniões no Futurando. Não deixe de conferir!

O programa

O Futurando traz novidades sobre ciência, meio ambiente e tecnologia e é produzido todas as semanas pela redação brasileira da Deutsche Welle, em Bonn, na Alemanha.

O programa é exibido, no Brasil, pelo Canal Futura às terças-feiras, às 22h30 com reprise às quartas 16h30, quintas, sábados e segundas; pela Rede Minas aos sábados, às 14h30, com reprise às sextas-feiras, às 13h30; pela TV Brasil todas as terças, às 21h45, com reprise às quintas, às 3h15; pela TV Cultura aos domingos às 00h, com reprise todas as quartas às 22h30; pela TV Câmara Tupã todos os sábados às 18h, com reprise às terças-feiras, às 19h40 e pela TV Climatempo aos sábados às 9h30, com reprise às terças e aos domingos. Você também pode ver vídeos do programa no Museu do Amanhã, no Rio de Janeiro.

O Futurando é transmitido ainda em Moçambique pela Rede Tim, aos sábados, às 14h30.