Pitadas: Marillenknödel, bolinhos de damasco | Colunas semanais da DW Brasil | DW | 18.04.2017
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages
Publicidade

Colunas

Pitadas: Marillenknödel, bolinhos de damasco

Sobremesa típica da Áustria e da República Tcheca e popular no sul da Alemanha é marcada pelo gosto levemente azedo da fruta, envolta numa camada de massa e com um toque de açúcar e canela.

Marillenknödel

Bolinhos são passados por farinha de rosca,açúcar e canela e polvilhados com açúcar de confeiteiro

Especialidade da cozinha austríaca e tcheca, os marillenknödel são também bastante apreciados na Alemanha, sobretudo no sul do país. Os bolinhos são feitos com damascos – conhecidos na região da Baviera e na Áustria como marillen – envoltos numa massa de farinha.

Além de cada bolinho (knödel) conter um damasco inteiro e apenas uma fina camada de massa, os marillenknödel são cozidos, e não fritos, o que me faz gostar ainda mais deles. Gosto muito do fato de muitas sobremesas servidas na Alemanha conterem mais fruta que açúcar, o que as faz mais leves e menos enjoativas.

Depois de cozidos, os marillenknödel são passados por uma mistura de farinha de rosca, manteiga, açúcar e canela, e, por fim, polvilhados com açúcar de confeiteiro. No lugar dos caroços, cada um dos damascos são recheados com um cubo de açúcar.

Em muitas receitas, a massa leva não apenas farinha, ovo e manteiga, mas também quark – um queijo fresco de vaca, magro e com consistência um pouco mais densa que a do iogurte. O quark dá leveza à massa e, no Brasil, pode ser substituído por queijo cottage. Há variações da receita em que a massa é feita com batatas e farinha.

No cardápio de muitos restaurantes, os marillenknödel são hoje consumidos como sobremesa, mas antigamente era comum comê-los como prato principal. Os bolinhos costumam ser servidos quentes, acompanhados de calda ou molho de baunilha.

Ingredientes

250 g de quark (ou queijo cottage)

100 g de manteiga

1 ovo

100 g de farinha de trigo

50 g de semolina

Sal

8 damascos grandes

2 colheres (sopa) de açúcar

Canela

100 g de farinha de rosca

Açúcar de confeiteiro

8 cubos de açúcar

Modo de preparo

Bater bem 50 g de manteiga com o ovo. Acrescentar o quark ou cottage. Adicionar a farinha, uma pitada de sal e a semolina e trabalhar bem a massa com as mãos. Deixar a massa descansar por cerca de 20 minutos.

Retirar as sementes dos damascos e colocar um cubo de açúcar no lugar. Formar um rolo com a massa e dividi-lo em oito pedaços. Achatar cada um dos pedaços com a mão sobre uma superfície enfarinhada. Colocar um damasco no meio e envolvê-lo com a massa, formando um bolinho. Colocar os bolinhos em água fervente com um pouco de sal e cozinhar por cerca de dez minutos.

Enquanto isso, caramelizar numa frigideira as 2 colheres de sopa de açúcar com os 50 g de manteiga restantes. Acrescentar a farinha de rosca e tostar até que fique dourada, mexendo sempre. Acrescentar canela a gosto.

Retirar os bolinhos da água com uma escumadeira e deixar escorrer bem. Passar pela mistura de manteiga e farinha de rosca e polvilhar com açúcar de confeiteiro. Servir com sorvete ou calda de baunilha.

Toda semana, a coluna Pitadas traz receitas, curiosidades e segredos da culinária europeia, contados por Luisa Frey, jornalista aspirante a mestre-cuca.

Leia mais