Pacote com explosivo é enviado a ministério em Berlim | Notícias sobre política, economia e sociedade da Alemanha | DW | 15.03.2017
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Alemanha

Pacote com explosivo é enviado a ministério em Berlim

Embalagem é descoberta antes de explodir e teria sido endereçada ao ministro das Finanças, Wolfgang Schäuble. Polícia investiga origem.

Bundesfinanzministerium in Berlin (picture-alliance/dpa/K.-D. Gabbert)

A sede do Ministério das Finanças em Berlim

Um pacote com explosivos foi achado nesta quarta-feira (15/03) na central de correios do Ministério das Finanças em Berlim. Se detonado, teria potencial para ferir várias pessoas, segundo a polícia.

O pacote, segundo noticia o tabloide Bild, teria sido endereçado diretamente ao ministro Wolfgang Schäuble. A polícia não quis confirmar a informação, alegando que a investigação está em andamento. O ministério também não deu declarações sobre essa notícia.

O pacote foi descoberto por volta das 9h30 (horário local) no setor de correio do ministério. Ao ser passado pelo raio-x, como de praxe, os funcionários detectaram fios de metal suspeitos e telefonaram para a polícia.

Após a descoberta do pacote, que continha material usado em fogos de artifício, um setor do prédio, situado nos arredores da Potsdamer Platz, teve que ser esvaziado. Esse tipo substância é altamente explosivo e, dependendo da mistura, um pequeno tremor é suficiente para acioná-la.

Um grupo de extrema-esquerda da Grécia assumiu a autoria do ato, seis anos depois de fazer campanha semelhante contra autoridades europeias. "Reivindicamos a responsabilidade pelo envio de um pacote com uma armadilha para o ministro alemão das Finanças", publicou o grupo Conspiração das Células de Fogo em um comunicado na internet.

Em 1990, Schäuble foi vítima de um atentado, que o deixou paraplégico, durante uma campanha eleitoral. Ele levou dois tiros.

CN/RPR/dpa/ots

Leia mais