1. Pular para o conteúdo
  2. Pular para o menu principal
  3. Ver mais sites da DW

“O iodelei não tem nada de bruxaria”: cantora dá toque moderno ao tradicional canto dos Alpes

Lina Paulitsch
29 de abril de 2021

[Vídeo] Erika Stucky ganhou fama na Suíça ao unir blues com o tradicional canto alpino, chamado iodelei. Antigamente, os pastores de rebanho dos Alpes costumavam se comunicar por meio do iodelei entre uma pastagem e outra.

https://www.dw.com/pt-br/o-iodelei-n%C3%A3o-tem-nada-de-bruxaria-cantora-d%C3%A1-toque-moderno-ao-tradicional-canto-dos-alpes/video-57374898

Erika Stucky é conhecida na cena musical suíça há muitos anos. Ela nasceu nos Estados Unidos, mas se mudou ainda criança para um pequeno vilarejo nas montanhas da Suíça. “Vim para esta região com nove anos e meio de idade, na época do movimento hippie. Tive que conectar essas duas almas: a da garota que cresceu em São Francisco cercada por hippies, Bob Dylan e Janis Joplin - e a da que de repente estava em meio a roupas e cantos tradicionais da Suíça. Minha mente e meu coração tiveram que unir essas duas coisas”, conta a cantora. E dessa miscelânea de culturas nasce o estilo musical de Erika Stucky - que mistura o tradicional canto alpino com rock e blues.