Museu Brandhorst é nova atração da arte contemporânea em Munique | Conheça os destinos turísticos mais famosos da Alemanha | DW | 30.05.2009
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Turismo

Museu Brandhorst é nova atração da arte contemporânea em Munique

Museu que abriga coleção do mecenas alemão Udo Brandhorst foi inaugurado na última semana em Munique, com obras de Andy Wahrol, Damien Hirst e, entre outros, a maior coleção de Cy Twombly fora dos EUA.

default

Projeto foi escolhido em concurso arquitetônico

Após a Pinacoteca de Arte Moderna, os amantes da arte ganharam novo espaço na capital bávara. Localizado vizinho à Pinacoteca, o Museu Brandhorst abriga a coleção de cerca de 700 peças que o mecenas alemão Udo Brandhorst entregou ao estado da Baviera, depois que sua esposa Anette faleceu em 1999.

A condição imposta por Brandhorst para a doação foi a construção de um prédio próprio para abrigar a coleção, avaliada em mais de 100 milhões de euros. O projeto do escritório berlinense Sauerbruch e Hutton foi o vencedor do concurso arquitetônico para o museu, que recebeu cerca de 250 propostas.

Além de obras de pintura, escultura e instalações do século 20, o prédio minimalista que as abriga é uma atração à parte. Revestido em placas cerâmicas em 23 tons diferentes, sua construção custou 48 milhões de euros e, devido ao jogo de cores do revestimento da fachada, já ganhou o codinome de "pulôver colorido" pelos habitantes de Munique.

Museum Brandhorst Eröffnung Flash-Galerie

Plaquetas cerâmicas escondem isolamento e refletem o interior

Leia mais