1. Pular para o conteúdo
  2. Pular para o menu principal
  3. Ver mais sites da DW

Mujica: "Multinacionais estão tomando conta de tudo"

23 de junho de 2021

Pepe Mujica afirma que a burguesia latino-americana não empreende porque não consegue competir com as multinacionais. "Os burgueses rentistas se dedicam à compra de títulos e de imóveis, mas não levam adiante processos complexos que visam o desenvolvimento nacional", diz em sua videocoluna para a DW.

https://www.dw.com/pt-br/mujica-multinacionais-est%C3%A3o-tomando-conta-de-tudo/video-58022550

Em sua videocoluna para a DW, Pepe Mujica afirma que a América Latina também contempla o curso de uma história cada vez mais globalizada no mundo e alerta para o que ele chama de "uma complicação no destino humano": o fato de que as empresas multinacionais estão presentes cada vez mais nos países, tomando conta até mesmo de padarias, farmácias e mercearias de bairro.

"Qualquer tipo de serviço: tudo está sendo feito por empresas transnacionais. O que está acontecendo conosco na América Latina?", questiona Mujica. "Estamos perdendo a soberania sobre o que os economistas chamam de 'reprodução ampliada', ou seja, o lucro que é investido novamente no mesmo meio a fim de continuar ganhando mais – o verdadeiro motor da economia em qualquer país." Quer dizer, o lucro dessas empresas vai para outros países.

Ele critica também as burguesias latino-americanas, dizendo que elas não empreendem porque não conseguem competir com as multinacionais. "Assim, tornam-se burgueses rentistas que se dedicam ao investimento, ao investimento imobiliário, compram títulos, levam para o exterior, mas não levam adiante processos complexos que visem o desenvolvimento nacional", frisa Mujica, concluindo que todos esses fatores fazem com que a dependência dos países latino-americanos seja aumentada.