Morte prematura de Alexander McQueen choca mundo da moda | Cultura europeia, dos clássicos da arte a novas tendências | DW | 12.02.2010
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Cultura

Morte prematura de Alexander McQueen choca mundo da moda

Estilista inglês foi encontrado morto em Londres. Segundo relatos, ele estava de luto pelo recente falecimento da mãe. Mundo fashion lamenta morte do jovem talento.

default

Alexander McQueen morre aos 40 anos

A morte de Alexander McQueen surpreendeu o mundo da moda. Considerado um dos mais brilhantes estilistas ingleses, McQueen aparentemente cometeu suicídio em sua casa, aos 40 anos, nesta quinta-feira (11/02). Segundo relatos, o estilista estava tentando se recuperar após a morte da mãe, falecida uma semana antes.

O presidente da Gucci, detentora da marca Alexander McQueen, lamentou o fato. "Sua morte será sentida profundamente. Ele nos abandonou cedo demais, mas deixou um legado muito rico, que será lembrado e honrado", disse Robert Polet.

McQueen ainda recebeu elogios após a apresentação da última coleção primavera/verão 2010. O estilista trouxe às passarelas os chamados sapatos-alien – plataformas com mais de dez centímetros de altura com um design singular. O show, apresentado na Semana de Moda de Paris, trouxe modelos vestidas com estampas de répteis desfilando na companhia de câmeras-robôs.

"Eu sempre o achei interessante, nunca banal. Havia sempre uma espécie de atração pela morte; às vezes seu design tinha algo de desumanizado", falou o estilista alemão Karl Lagerfeld sobre o colega inglês.

O estilo de McQueen vestia nomes famosos, como Madonna, Rihanna, Lady Gaga, Naomi Campbell e Heidi Klum. "Ele era absolutamente um dos mais talentosos e excepcionais estilistas do mundo. Extraordinário. O que ele pensava era sempre fora do padrão, nunca evidente", comentou Klum.

Italien Mailand Modemesse Herrrenmode Herbst Winter 2008 2009

Estilista passou a se dedicar também à moda masculina depois que Gucci comprou a marca

Estilo chocante

Lee Alexander McQueen nasceu em 1969, na região leste de Londres, tendo um pai que trabalhava como motorista de taxi e mais seis irmãos. Ele deixou a escola aos 16 anos e foi se dedicar à moda, aprendendo seu ofício na tradicional Savile Row, em Londres

O estilista ganhou notoriedade ao confeccionar uma jaqueta para o Príncipe Charles com frases obscenas escritas a mão. Outros trabalhos de McQueen também provocaram impacto no mundo fashion, como a calça com cós superbaixo que deixa parte das nádegas à mostra.

Em Londres, chocou a platéia ao colocar na passarela uma modelo deficiente física, que desfilou com pernas de madeira talhada. Esse e outros trabalhos renderam a McQueen quatro prêmios como melhor estilista inglês – o British Designer of the Year.

Em 2000, a marca de Alexander atingiu seu maior status: a francesa Gucci comprou 51% da empresa de McQueen e os negócios passaram por uma grande expansão.

Alexander McQueen era casado com o documentarista George Forsyth desde 2000 – a cerimônia foi realizada a bordo de um iate em Ibiza, na Espanha.

NP/dpa/afp/Reuters/

Revisão: Simone Lopes

Leia mais