Morre aos 91 anos o ícone da moda Hubert de Givenchy | Notícias internacionais e análises | DW | 12.03.2018
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Mundo

Morre aos 91 anos o ícone da moda Hubert de Givenchy

Uma das maiores personalidades do mundo da alta costura, estilista francês ficou famoso por vestidos usados pela atriz Audrey Hepburn em filmes como “Bonequinha de luxo”.

Givenchy era considerado parte da elite de estilistas de Paris, junto a nomes como Christian Dior e Yves Saint Laurent

Givenchy era considerado parte da elite de estilistas de Paris, junto a nomes como Christian Dior e Yves Saint Laurent

O estilista francês Hubert de Givenchy morreu aos 91 anos, informou nesta segunda-feira (12/03) sua família através de comunicado.

"Monsieur De Givenchy morreu enquanto dormia no sábado, 10 de março de 2018. Seus sobrinhos e sobrinhas compartilham a dor. O funeral será realizado na mais estrita intimidade", afirma a nota.

A família disse ainda que, em vez de receber coroas de flores por sua morte, o estilista "teria preferido uma doação ao Unicef em sua memória". 

Leia também: Ambientalistas criticam Chanel por derrubar árvores

Givenchy nasceu em 1927 em Beauvais, no oeste da França, e se mudou para Paris aos 17 anos. Ele começou a carreira trabalhando para Jacques Fath e mais tarde para Robert Piguet e Lucien Lelong, antes ir para a grife de Elsa Schiaparelli. Ele logo se tornaria diretor artístico até criar a marca que leva seu nome 1952.

Audrey Hepburn eternizou o vestido preto de Givenchy que utilizou no filme Bonequinha de luxo

Audrey Hepburn eternizou o vestido preto de Givenchy que utilizou no filme "Bonequinha de luxo"

Givenchy era considerado parte da elite de estilistas de Paris, juntamente a nomes como Christian Dior e Yves Saint Laurent, que redefiniu a moda após a Segunda Guerra Mundial.

A atriz Audrey Hepburn eternizou uma de suas criações, um vestido preto que utilizou no filme Bonequinha de luxo (1962), além de vários modelos que usou em Sabrina (1954). Em 1957, a atriz foi garota-propaganda do primeiro perfume de Givenchy, L'interdit.

A Givenchy homenageou seu fundador afirmando em comunicado que ele era "uma das maiores personalidades do mundo da alta costura francesa e um cavalheiro que simbolizava o chique e a elegância de Paris durante mais de meio século”.

"Ele revolucionou a moda internacional com os looks estilosos e atemporais que criou para Audrey Hepburn, sua grande amiga e musa por mais de 40 anos. Seu trabalho continua relevante hoje como era naquela época", afirmou a Givenchy.

RC/ap/efe

----------------

A Deutsche Welle é a emissora internacional da Alemanha e produz jornalismo independente em 30 idiomas. Siga-nos no Facebook | Twitter | YouTube | WhatsApp | App

Leia mais