Moradores da Floresta Negra aproveitam verão e se preparam para o frio | Conheça os destinos turísticos mais famosos da Alemanha | DW | 24.07.2010
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Turismo

Moradores da Floresta Negra aproveitam verão e se preparam para o frio

O sol embeleza, mas também significa trabalho. Na Floresta Negra, no sul da Alemanha, é preciso juntar muita lenha durante os meses de verão para enfrentar o período de frio.

default

Floresta Negra ganha cor no verão

Schwarzwald

Lago Titisee integra a paisagem viva

De junho a setembro, meses de verão na Europa, a paisagem da Floresta Negra pode ser tranquilamente confundida com um quadro pintado à mão, onde o verde das árvores vem à tona e se mistura com o colorido das flores.

Para cada lado das montanhas que se olha, vê-se uma cor diferente. É o efeito do verão na Floresta Negra, que torna a região ainda mais atraente.

Quem visita o vilarejo de Todtnau, a 30 quilômetros de Freiburg, no sul da Alemanha, nesta época do ano, custa a acreditar que seja a mesma floresta que passa cinco meses do ano coberta de neve.

As temperaturas se aproximam dos 30ºC e é possível desfrutar de outras atrações turísticos da região, como descer de tobogã os 1.158 metros da montanha Hasenhorn, ou pedalar pelas águas do Lago Titisee.

A estratégia da formiga...

Mas como o inverno vai trazer de volta as temperaturas negativas, para os moradores essa também é uma época de muito trabalho. É preciso armazenar toneladas de lenha para suportar o longo período de frio.

Uma tarefa a que o morador Heinz Kilian, de 75 anos, já está acostumado. Ele e a esposa, Marianne conhecem a floresta como a palma da mão e não trocam o vilarejo por nenhuma cidade grande.

"A vida na Floresta Negra é simples, mas muito ligada à natureza. As relações interpessoais são melhores do que na cidade grande. Principalmente a família, amigos e também vizinhos ajudam uns aos outros", conta Kilian.

Flash-Galerie Schwarzwald

Moradores precisam de muita lenha para enfrentar inverno rigoroso

Três anos para secar

Com uma disposição invejável, ele mesmo serra as toras e as empilha cuidadosamente. Kilian explica que o sistema de calefação de uma casa grande consome normalmente de 10 a 30 metros cúbicos de lenha por ano.

Segundo ele, a lenha armazenada em um verão é usada somente três anos depois. Primeiro, o estoque fica empilhado na rua durante dois anos, apenas coberto por uma lona, para que a madeira seque em seu interior. No terceiro ano, ela é transportada para uma área coberta, onde permanece até secar por completo.

Schwarzwald

Heinz Kilian trabalha no armazenamento da madeira

A Floresta Negra corresponde a 40% da área do estado de Baden-Württemberg, mas suas árvores não podem ser simplesmente derrubadas para fazer lenha, e só os troncos já caídos podem ser utilizados. Por isso é comum durante o verão, os moradores dos vilarejos vizinhos avisarem-se uns aos outros sobre os locais onde há lenha disponível para ser armazenada.

Talvez seja esse clima de amizade que cativa os moradores e visitantes da Floresta Negra: "Eu e minha mulher vivemos há 15 anos na Floresta Negra e não gostaríamos mesmo de voltar para a cidade, apesar de nossos filhos viverem lá. Mesmo com o inverno severo todos os anos, somos muito felizes aqui e nos sentimos bem em casa".

Autoria: Renata Colombo
Revisão: Augusto Valente

Leia mais