Mladen Petric: ″Não estamos sob pressão″ | Acompanhe a cobertura especial sobre as partidas da Eurocopa | DW | 30.05.2008
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Eurocopa

Mladen Petric: "Não estamos sob pressão"

Mladen Petric, meia do Borussia Dortmund, fala sobre os pequenos e grandes objetivos da seleção de seu país na Euro 2008, sobre as expectativas do jogo contra a Alemanha e de uma nova geração no futebol da Croácia.

default

Petric, da Croácia

DW-WORLD.DE: Mladen Petric, você é um dos principais jogadores da seleção da Croácia, considerada por muitos comentaristas uma das favoritas ao título da Euro 2008. As chances da Croácia realmente são tão grandes?

Mladen Petric: Acredito, sim, que teremos boas chances, pois temos uma boa equipe. Claro que não será fácil. Todos dizem que o nosso grupo é o mais difícil. Eu acho que é um grupo extremamente difícil. A Alemanha é uma das favoritas no torneio; a Polônia foi primeira na qualificação, à frente de Portugal, e a Áustria tem a vantagem de jogar em casa.

Como é a pressão quando se é considerado favorito?

Não estamos sob pressão. A associação [croata] de futebol já anunciou ter ficado muito satisfeita com nossa classificação. Muitos não acreditavam que poderíamos ser capazes disso, por isso não sentimos nenhuma pressão, mesmo que alguns nos considerem favoritos. Temos nossas metas e sabemos como atingi-las.

Quais são estas metas?

Em primeiro lugar, queremos sobreviver à fase de grupos. Depois, vamos ver... Não adianta dizer que queremos chegar às oitavas-de-final, pois, se atingirmos este objetivo, muito bem, e daí?

Mas vocês com certeza estão de olho na final...

Não posso dizer isso, pois sempre depende de como se está no dia, quem é o adversário, e depende um pouco de sorte. Pode acontecer muita coisa. Eu acho que é muito importante superarmos a fase de grupos.

A Euro 2004 em Portugal e a Copa na Alemanha foram uma decepção para a seleção croata porque os torcedores esperavam mais. A Euro 2008 será oportunidade para compensar isso?

O que passou, passou. Tivemos um ótimo desempenho na fase de qualificação e conquistamos o coração dos nossos torcedores. A Eurocopa não é a oportunidade para consertar algo que não se fez bem. Muita coisa está em jogo e isso nos dá motivação suficiente.

Quais são os pontos fortes e fracos da atual seleção croata?

Isso vocês verão no campeonato.

Alguma coisa a gente pode prever, se considerarmos a última partida qualificatória contra a Inglaterra em Londres. Foi uma humilhação, que custou aos ingleses a vaga à Euro.

Não foi humilhação. Tínhamos de ganhar o jogo. Para nós, um país tão pequeno, foi uma chance enorme poder derrotar a Inglaterra em Londres. Estivemos lá para escrever história. Isso foi motivação suficiente.

Podemos esperar mais surpresas como esta? Os torcedores continuarão tendo oportunidade de ver a bela maneira de jogar dos croatas?

Espero que sim, pois fizemos excelentes apresentações nas eliminatórias. Espero podermos continuar assim também na Euro.

O futebol croata tem uma nova geração em campo. A Eurocopa será um teste de amadurecimento para o grupo?

Temos um desenvolvimento positivo. Muitos não acreditavam que esta equipe tão jovem se classificaria tão facilmente. O técnico Slaven Bilic conseguiu um bom equilíbrio entre jovens e jogadores experientes. Eu acredito no futuro, mesmo que os irmãos Kovac parem de jogar depois da Euro. Após a competição, teremos muitos jogadores jovens bons, para substituí-los.

A contribuição da Bundesliga à seleção croata é notável. Muitos jogadores da seleção atuam ou atuaram por longo tempo na Alemanha. A Alemanha desempenha um papel fundamental no desenvolvimento da seleção croata?

Acho que o nosso desenvolvimento na Bundesliga não tem muito a ver com o futebol croata, pois não temos influência sobre o campeonato na Croácia. Nossa pequena vantagem é o fato de, por jogarmos na Alemanha, conhecemos bem a seleção alemã.

Em vista do confronto Alemanha x Croácia no dia 12 de junho, é uma vantagem. Esta partida será decisiva para a Croácia?

Isso ainda não se sabe. Depende do que acontecer nas outras partidas. Com certeza não teremos de nos esconder dos adversários. Acho que o jogo mais importante será o da abertura, contra a Áustria.

Deverá ser um jogo difícil, pois os austríacos jogam em casa.

Tudo bem, a Áustria joga em casa, mas na Áustria também vivem muitos croatas e estou certo de que muitos deles estarão no estádio.

Você acha que a Croácia se sentirá em casa nos estádios austríacos?

Não sei quantos croatas virão ao estádio. Mas tenho certeza de que teremos muita torcida.

A Alemanha é uma das favoritas ao título da Eurocopa?

A Alemanha é uma das favoritas em qualquer torneio, isto ela já mostrou na última Copa do Mundo, embora jogasse em casa. Acho que a Alemanha estará entre as últimas seis equipes que lutarão pelo título da Euro 2008.


Mladen Petric (27 anos) veio da Suíça para atuar na Bundesliga em janeiro de 2007. Na equipe do Basiléia, ele havia sido o artilheiro do campeonato, com 19 gols. Na última temporada, ele foi não só um dos destaques do Borussia Dortmund, como também foi o meio-de-campo mais perigoso da Alemanha, com 13 gols marcados.

Leia mais