Milhares celebram orgulho gay em Berlim | Notícias sobre política, economia e sociedade da Alemanha | DW | 22.07.2017
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Alemanha

Milhares celebram orgulho gay em Berlim

Tema deste ano da parada Christopher Street Day foi a luta contra a extrema direita. Festa também comemorou legalização do casamento entre pessoas do mesmo sexo, cuja lei foi assinada nesta semana pelo presidente alemão.

Parada, que foi até o Portão de Brandemburgo, reuniu dezenas de milhares de pessoas

Parada, que foi até o Portão de Brandemburgo, reuniu dezenas de milhares de pessoas

Dezenas de milhares de pessoas dançaram neste sábado (22/07) nas ruas de Berlim para promover o orgulho gay, na parada anual Christopher Street Day (CSD), apesar da chuva torrencial que caiu em parte do dia. Este ano, a comemoração teve como tema oficial a luta contra a extrema direita e também celebrou a legalização do casamento entre pessoas do mesmo sexo na Alemanha.

A parada saiu da rua Kurfürstendamm, na antiga Berlim Ocidental seguindo, com cerca de 60 carros alegóricos e caminhões de som, até o Portão de Brandemburgo, no centro da cidade.

Realizado pelo 39° ano, desta vez sob o lema "Mais dos nossos – todos os votos contra a direita", este foi o primeiro desfile CSD celebrado em Berlim depois da aprovação parlamentar da lei que legaliza o matrimônio homossexual, assinada nesta semana pelo presidente alemão, Frank-Walter Steinmeier. A mudança deve entrar em rigor em outubro.

Dois participantes da parada Christopher Street Day dançam sob a chuva

Chuva forte que caiu durante a tarde não afugentou os participantes da parada

Muitos participantes vestiram fantasias coloridas, desde cômicas, exageradas e exóticas. Alguns outros não levaram roupa alguma, apesar do temporal que caiu pouco depois do início da passeata. Alguns placares e faixas denunciavam líderes tidos como homofóbicos, como o presidente russo, Vladimir Putin e o presidente americano, Donald Trump.

O nome do evento se refere à Christopher Street, rua de Nova York onde ocorreram, no final de junho de 1969, protestos no bar Stonewall Inn contra batidas policiais e abusos da polícia contra homossexuais. O evento é considerado um marco inicial do movimento pelos direitos dos homossexuais.

MD/epd/efe

Leia mais

Áudios e vídeos relacionados