Conheça a nova DW

Dê uma olhada exclusiva na versão beta da nova DW. Sua opinião nos ajudará a torná-la ainda melhor.

  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Microcefalia

No final de 2015, as notícias do Brasil sobre bebês nascidos com a cabeça pequena rodaram o mundo. Em poucos meses, cerca de 3 mil crianças nasceram com microcefalia, a maioria delas no Nordeste.

Os médicos culpam o vírus da zika, que ataca o cérebro dos fetos. Quanto mais cedo a mãe for infectada durante a gravidez, mais graves seriam os danos à criança. O nível máximo para determinar a microcefalia, de acordo com a Organização Mundial da Saúde, é um perímetro craniano menor ou igual a 32 centímetros. O Centro de Controle e Prevenção de Doenças dos Estados Unidos (CDC, na sigla em inglês) confirmou que o vírus da zika é, de fato, responsável pelo desenvolvimento de microcefalia em fetos de mães infectadas. Falta de acompanhamento adequado por especialistas põe em risco o futuro das crianças que sofrem de microcefalia. Estudos apontam que mais de 70% dos casos com suspeita de microcefalia são em famílias de baixa renda.

Ver mais