Meninos tailandeses agradecem por terem sido salvos | Notícias internacionais e análises | DW | 14.07.2018
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages
Publicidade

Ásia

Meninos tailandeses agradecem por terem sido salvos

Retidos em caverna por 17 dias, 12 adolescentes tailandeses e treinador de futebol perderam até cinco quilos, mas se recuperam bem do trauma. Ministro da Saúde alerta para bem-estar mental pós-alta.

Em vídeo, sobreviventes da Tailândia parecem relaxados no hospital

Em vídeo, sobreviventes da Tailândia parecem relaxados no hospital

Os adolescentes resgatados após mais de duas semanas presos numa caverna na Tailândia deverão ter alta na próxima quinta-feira, anunciou neste sábado (14/07) o ministro da Saúde do país, Piyasakol Sakolsatayadorn. Todos os 12 integrantes do time de futebol juvenil Wild Boars ("javalis selvagens"), de idades entre 11 e 16 anos, e seu treinador, de 25 anos, estão em bom estado de saúde.

Um novo vídeo divulgado pelas autoridades tailandesas os mostra relaxados em suas macas de hospital, usando máscaras que lhes cobrem o nariz e a boca. Eles começam seus breves comentários cumprimentando seus salvadores com um "wai", a saudação tradicional do país. "Estou em boa saúde agora", diz um deles, de 14 anos, apelidado "Note". "Obrigado por me salvar."

Depois de 17 dias numa caverna inundada, privados de luz e comida, eles perderam uma média de dois quilos, alguns até cinco quilos, mas estão recuperando peso e apetite, informou Piyasakol. Indagados o que gostariam de comer, os meninos apresentaram uma longa lista de guloseimas, de sushi a bisteca e perna de porco cozida.

"Quero arroz com porco crocante e churrasco de porco", pede Pipat Photi, de 15 anos. "Quero joelho de porco com arroz", é a opção de Duangpetch Promtep, de 13 anos. "Obrigado pelo apoio moral."

Cuidados com a saúde mental

Segundo Piyasakol, os "corpos físicos" de todos os 13 resgatados são "fortes e bem treinados". Alguns apresentaram pneumonia leve nos primeiros dias, mas "tudo está resolvido agora, sem febre".

Por outro lado, o ministro da saúde alertou para o estresse mental a que os meninos poderão ser expostos após receber alta. "Psicólogos estiveram conversando com os garotos, o bem-estar mental deles é bom, hoje." No entanto, "eles não são tão fortes quanto uma pessoa normal, ainda precisam descansar e melhorar a saúde".

Assistir ao vídeo 01:25

Divulgadas primeiras imagens de meninos tailandeses após resgate

Ele desaconselhou o familiares de permitirem que os Wild Boars concedam entrevistas nos próximos dias, pois isso poderá ter um impacto negativo sobre sua estabilidade mental.

"Todos colaboraram bem para trazer as crianças para fora; colaboramos naquele momento e devemos colaborar bem agora, para que eles possam se recuperar física e mentalmente, à medida que crescem", frisou.

Neste sábado, o rei da Tailândia, Maha Vajiralongkorn, expediu um decreto promovendo postumamente o mergulhador Saman Kunan e lhe concedendo uma medalha real. Em 7 de julho, aos 37 anos, o ex-membro da equipe de elite da Marinha tailandesa foi a única vítima da dramática operação de resgate. No entanto, sua esposa apelou aos adolescentes para que não se culpem pela morte.

O drama da caverna Tham Luang ocupou as manchetes mundo afora durante dias, e a indústria cinematográfica se prepara para transformá-lo em entretenimento, com pelo menos duas companhias, uma de Hollywood, já estudando a dramatização para as telas.

O grupo ficou preso numa caverna inundada no norte da Tailândia durante uma excursão ao loca, no dia 23 de junho. Eles foram salvos numa arriscada operação de resgate, que foi acompanhada em todo o mundo e terminou na última terça-feira.

AV/rtr/ap/afp/dpa

____________

A Deutsche Welle é a emissora internacional da Alemanha e produz jornalismo independente em 30 idiomas. Siga-nos no Facebook | Twitter | YouTube 
WhatsApp | App | Instagram | Newsletter

Leia mais

Áudios e vídeos relacionados