Maduro lança ″bitcoin venezuelano″ para enfrentar crise econômica e embargos | Notícias sobre a América Latina e as relações bilaterais | DW | 04.12.2017
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

América Latina

Maduro lança "bitcoin venezuelano" para enfrentar crise econômica e embargos

Governo venezuelano vai lançar sua própria criptomoeda, batizada de "petro", para contornar sanções internacionais impostas ao país e a membros do regime.

Assistir ao vídeo 01:09

O presidente Nicolás Maduro anunciou que pretende lançar uma "bitcoin venezuelana", uma criptomoeda ou moeda virtual. Segundo o mandatário, ela será batizada como "el petro" e será lastreada na riqueza petroleira do país. "O século 21 chegou!", disse o presidente, durante o anúncio. Maduro afirmou que a nova moeda virtual será uma forma de contornar as restrições financeiras impostas pelos EUA ao país. Nos últimos meses, os americanos também determinaram o congelamento de bens de diversos membros do governo venezuelano, que são acusados de violar direitos humanos ou de praticarem tráfico de drogas. Outros países, como o Canadá, também adotaram medidas similares.