Macron quer impulsionar idioma francês na União Europeia | Notícias internacionais e análises | DW | 20.03.2018
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Mundo

Macron quer impulsionar idioma francês na União Europeia

Presidente da França afirma que inglês é dominante em Bruxelas e anuncia plano para ampliar uso da língua francesa nas instituições do bloco após o Brexit. Líder também quer promover idioma além das fronteiras da Europa.

 Emmanuel Macron

Macron quer impulsionar ensino do francês no mundo

O presidente da França, Emmanuel Macron, anunciou nesta terça-feira (20/03) planos para impulsionar o idioma francês e aumentar seu destaque na União Europeia (UE), diante da saída do Reino Unido do bloco.

Em discurso para comemorar o Dia Internacional da Francofonia, Macron disse que o inglês é muito dominante em Bruxelas e prometeu promover o uso do francês nas instituições do bloco e fora dele.

Leia mais: O fenômeno do desaparecimento de idiomas e suas explicações

"Essa situação é paradoxal. O inglês nunca esteve tão presente em Bruxelas, justo no momento em que estamos negociando o Brexit", destacou. O presidente disse, porém, que não quer agir contra o inglês, mas sim promover o multilinguismo.

Macron afirmou ainda ser a favor de que todos na Europa aprendam duas línguas estrangeiras e ressaltou que a França vai ampliar os esforços para ensinar francês a funcionários europeus. O presidente anunciou ainda medidas para promover o ensino do idioma no exterior, por meio da rede de liceus franceses.

Com 274 milhões de falantes, o francês é o quinto idioma mais falado do mundo, depois do mandarim, inglês, espanhol e árabe. Na internet, trata-se da quarta língua mais usada.

Durante muitos anos, o francês dominou a sede da UE em Bruxelas, mas acabou perdendo espaço para o inglês principalmente a partir de 2004, com a entrada de países do Leste Europeu no bloco.

CN/rtr/afp

----------------

A Deutsche Welle é a emissora internacional da Alemanha e produz jornalismo independente em 30 idiomas. Siga-nos no Facebook | Twitter | YouTube | WhatsApp | App

Leia mais