Macron enviará outra árvore a Trump | Notícias internacionais e análises | DW | 12.06.2019
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages
Publicidade

Mundo

Macron enviará outra árvore a Trump

Presidente francês diz que morte de carvalho plantado nos jardins da Casa Branca no passado não simboliza deterioração das relações transatlânticas e promete enviar outra planta ao líder americano.

Trump (à esquerda) e Macron (à direita) com pás nas mãos plantam pequena árvore. Mais atrás, ao meio, está a primeira-dama americana Melania Trump.

Árvore foi plantada pelos dois presidentes em abril de 2018

O presidente da França, Emmanuel Macron, prometeu enviar um novo carvalho para o presidente americano, Donald Trump, depois de saber que a árvore que os dois haviam plantado juntos nos jardins da Casa Branca em abril do ano passado morreu.

A muda de carvalho foi um presente do de Macron para Trump e simbolizava a amizade entre os dois países.

Em uma entrevista à emissora de televisão suíça RTS, exibida na noite de terça-feira (11/06), Macron disse que a morte da árvore não deve ser interpretada como uma indicação de que as relações entre os dois países não vão bem.

"Não é um grande drama", afirmou Macron. " Não se deve ver um símbolo onde não há. O símbolo foi plantarmos a árvore juntos", completou.

Macron informou que vai enviar um outro carvalho do Bosque de Belleau, no norte da França, onde mais de 1,8 mil soldados americanos morreram em uma batalha da Primeira Guerra Mundial em 1918.

O carvalho morreu durante a quarentena em que foi colocado logo após ser simbolicamente plantado pelos presidentes. A medida é obrigatória para qualquer organismo vivo importado para os Estados Unidos e visava evitar a introdução de parasitas e doenças vindas do exterior.

A árvore seria replantada ao fim deste período. A morte do carvalho foi revelada na segunda-feira (10/06) pela imprensa francesa e vinha sendo usada como uma metáfora para o desgaste das relações entre os Estados Unidos e a Europa.

Macron e Trump se encontraram pela última vez durante as cerimônias que homenagearam soldados do Dia D na Normandia. Na ocasião, o presidente francês defendeu o multilateralismo e evocou o espírito de união entre os países, numa indireta ao líder americano.

LE/afp/ap

______________

A Deutsche Welle é a emissora internacional da Alemanha e produz jornalismo independente em 30 idiomas. Siga-nos no Facebook | Twitter | YouTube 

WhatsApp | App | Instagram | Newsletter

Leia mais