1. Pular para o conteúdo
  2. Pular para o menu principal
  3. Ver mais sites da DW
Foto: picture-alliance/dpa/Kerim Okten

Lisicki, a nova estrela do tênis alemão

Andreas Sten-Ziemons/Roselaine Wandscheer (ac)
5 de julho de 2013

Décadas após a "era de ouro" do tênis alemão, com estrelas como Boris Becker e Steffi Graf, Alemanha volta a ter um grande nome no esporte. Pela primeira vez desde 1999, uma jogadora do país está na final em Wimbledon.

https://www.dw.com/pt-br/lisicki-a-nova-estrela-do-t%C3%AAnis-alem%C3%A3o/a-16931141

Ela se chama Sabine Katharina Lisicki, tem 23 anos, é a número 23 no ranking das tenistas profissionais, e está sendo a grande estrela no sagrado gramado de Wimbledon, em Londres, após derrotar a número 1 do tênis mundial, Serena Williams, nas oitavas de final, e a número 4 do mundo, Agnieszka Radwanska, na semifinal. E nas duas vezes mostrou grande capacidade de reação, recuperando uma desvantagem de 3 a 0 no set decisivo. Na final deste sábado (06/07), a alemã é a favorita contra a francesa Marion Bartoli, 15ª do ranking.

A loira de tranças e 1,78m de altura tem a seu lado não só a torcida alemã. Sua simpatia conquistou também os ingleses. "Sua tendência de sorrir – e de vencer – nos momentos mais inesperados fez dela a grande surpresa dos últimos 14 dias", escreve o jornal The Times nesta sexta-feira. O sensacionalista The Sun titulou: "Sab Fab! Fantástica Lisicki enfrenta a apática Bartoli".

"Simplesmente amo tudo isso, poder pisar neste lugar", diz a jogadora, entusiasmada e sem receio de deixar as emoções fluírem na quadra.

Não é a primeira vez que ela causa furor em Wimbledon. Ainda em 2011, a jogadora chegou à semifinal do torneio. Agora, é a primeira alemã a chegar à final de Wimbledon desde Steffi Graff, em 1999.

Raízes polonesas

Os pais de Lisicki são naturais da Polônia e migraram para a Alemanha antes do nascimento da filha. A mãe, Elisabeth, é professora de artes. O pai, Richard, formado em História, largou a carreira para ser professor de tênis. Seu trabalho de doutorado teve o longo e preciso título "Métodos de treinamento para desenvolver velocidade de impacto, mantendo a precisão da batida".

Sabine nasceu em 22 de setembro de 1989 em Troisdorf, ao sul de Colônia, no oeste alemão. Ela começou a treinar com o pai aos 7 anos, mas só se tornaria conhecida em nível internacional em janeiro de 2008, no Aberto da Austrália.

Wimbledon Championships Serena Williams
Lisicki na vitória na semifinal contra a americana Serena WilliamsFoto: picture-alliance/dpa

Então com 18 anos de idade, ela ganhou três partidas nas qualificatórias, derrotou Dinara Safina, irmã do lendário russo Marat Safin, na primeira rodada e avançou mais duas etapas até deixar o torneio.

Em outubro de 2008, no Uzbequistão, alcançou sua primeira final. Seis meses depois, comemorava em Charleston (EUA) a primeira vitória individual. Depois disso, ela ganhou apenas dois torneios individuais e dois em dupla.

Sabine passa a maior parte do seu tempo na Flórida, onde treina com Nick Bollettieri. Durante os torneios, ela é quase sempre acompanhada por uma equipe formada pelo treinador, o belga Wim Fissette, de 33 anos, pelo fisioterapeuta, pelos pais, e muitas vezes também por Barbara Rittner, treinadora da equipe alemã de tênis feminino.

"Pra mim, isso é o mais importante. Nós ficamos todos em uma mesma casa. Cozinhamos juntos, comemos juntos, nos divertimos juntos", disse Lisicki. "Isso me faz um bem inimaginável e por isso eu consigo jogar bem."