Irmã de Kim Jong-un chega à Coreia do Sul | Notícias internacionais e análises | DW | 09.02.2018
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Ásia

Irmã de Kim Jong-un chega à Coreia do Sul

Delegação de alto escalão vai assistir à abertura dos Jogos Olímpicos de Pyeongchang e se reunir com o presidente sul-coreano. É a primeira visita de um membro da família ao Sul.

Kim Yo Jong

Kim Yo-jong tem grande influência sobre o irmão e é membro do politburo do partido do regime

Uma delegação de alto escalão da Coreia do Norte, que inclui Kim Yo-jong, irmã do líder Kim Jong-un, chegou nesta sexta-feira (09/02) a Incheon, na Coreia do Sul, para assistir à abertura dos Jogos Olímpicos de Pyeongchang e se reunir com o presidente sul-coreano, Moon Jae-in.

Assistir ao vídeo 00:59

A chegada da irmã de Kim Jong-un à Coreia do Sul

A comitiva, liderada pelo chefe de Estado cerimonial do país, Kim Yong-nam, é composta por 22 membros e chegou a bordo de um jato particular por volta das 13h50 (horário local, 2h50 de Brasília) ao aeroporto internacional de Incheon, onde era aguardada pelo ministro da Unificação da Coreia do Sul, Cho Myoung-gyon, entre outras autoridades.

Kim Yo-jong tem grande influência sobre o irmão e é membro do politburo do partido do regime. Durante essa visita histórica ao Sul – é a primeira vez que um membro da família Kim viaja para o país vizinho –, a delegação deve se reunir amanhã com o presidente sul-coreano.

Nordkoreas Staatsoberhaupt Kim Yong Nam (R) und Kim Yo Jong in Südkorea

Kim Yo-jong ao lado do chefe de Estado cerimonial, Kim Yong-nam (d), na chegada ao aeroporto de Incheon

Após ser recebida por um amplo esquema de segurança no aeroporto, a delegação do regime deve se deslocar de trem até PyeongChang, a cerca de 180 quilômetros de Seul, para assistir à cerimônia de abertura dos Jogos, que começa às 20h (horário local, 9h de Brasília).

O presidente honorário norte-coreano também participará de uma recepção oferecida por Moon, onde estarão presentes o vice-presidente dos Estados Unidos, Mike Pence, e o primeiro-ministro japonês, Shinzo Abe, entre outros líderes, segundo o escritório presidencial de Seul.

A delegação norte-coreana voltará a Seul amanhã para participar de um almoço e uma reunião com o presidente sul-coreano, que será realizada provavelmente no escritório presidencial, e voltará no dia seguinte para a Coreia do Norte.

A reunião de sábado em Seul entre Moon e a delegação norte-coreana não tem precedentes, já que as duas últimas reuniões entre as Coreias, onde participaram os respectivos líderes, aconteceram em Pyongyang nos anos de 2000 e 2007.

AS/efe/lusa

Leia mais

Áudios e vídeos relacionados