Implantar chips no corpo é moda em Estocolmo | Novidades da ciência para melhorar a qualidade de vida | DW | 02.11.2018
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Ciência e Saúde

Implantar chips no corpo é moda em Estocolmo

Mais de 3.500 suecos já têm os microchips, a quantidade triplicou em um ano.

Assistir ao vídeo 01:09
Ao vivo agora
01:09 min

Colocado sob a pele, o chip é capaz de abrir portas e pode ser usado como e-ticket. Em muitos casos, ele já substitui cartões de crédito. Em breve, será possível usá-lo para entrar no metrô. E ele será capaz de monitorar o corpo, informando, por exemplo, a temperatura e o nível de açúcar no sangue. Implantar o chip custa 150 euros e dói tanto quanto colocar um piercing.Muitos acreditam que não ter o implante significa estar ultrapassado. Ativistas de proteção de dados alertam que o chip  pode ser usado para formar perfis comportamentais. Mas, na Suécia, poucos têm medo do uso indevido de dados pessoais. A confiança no Estado e nas autoridades é grande.