1. Pular para o conteúdo
  2. Pular para o menu principal
  3. Ver mais sites da DW
O astro de Hollywood vai fazer o papel de AquilesFoto: AP

Homero sem clichês hollywoodianos

lk
10 de janeiro de 2003

O alemão Wolfgang Petersen, que vai filmar a "Ilíada" de Homero com Brad Pitt no papel principal, rechaça maniqueísmo na abordagem da guerra.

https://www.dw.com/pt-br/homero-sem-clich%C3%AAs-hollywoodianos/a-743056

O diretor, roteirista e produtor Wolfgang Petersen é um dos poucos alemães a fazer sucesso em Hollywood (Na Linha de Fogo, Mar em Fúria). Em entrevista ao diário Die Welt, ele afirma que o projeto em que está trabalhando agora — a filmagem da Ilíada de Homero — vai ser seu primeiro filme hollywoodiano com as dimensões da superprodução O Barco — Inferno no Mar (1981), que o consagrou na Alemanha.

Tragédia atemporal

Faz questão de acentuar, porém, que a história, baseada no clássico da literatura mundial, não tem nada de clichê hollywoodiano. O fato de que a equipe de produção seja composta por europeus garante a autenticidade no tratamento da matéria.

"O maniqueísmo de um George W. Bush não combina de jeito nenhum com este assunto. Trata-se de um drama comovente, que mostra como os seres humanos convivem há milênios. Todos acham que têm razão e por isso um vive arrebentando a cabeça do outro. Vamos mostrar, portanto, a grande tragicidade da vida humana, simbolizada no duelo entre Aquiles e Heitor. Não tem nada a ver com os duelos costumeiros dos filmes. Sentimos simpatia pelas duas personagens, e é isso que nos abala tanto", afirma.

Superprodução

Petersen não vê nenhuma contradição no fato de ter sido escolhido um astro de Hollywood — Brad Pitt — para interpretar Aquiles. "Na condição de um dos maiores guerreiros de todos os tempos, Aquiles é também uma espécie de astro. É pertinente escolher um artista deste quilate para fazer o seu papel."

O filme será todo rodado na Europa e na norte da África, quase a metade em Marrocos, a partir de abril. Os custos da produção estão calculados entre 130 e 145 milhões de dólares.

Petersen e o autor do roteiro, David Benioff, vêem em Lawrence da Arábia, de David Lean, um grande exemplo de filme sobre a guerra. A versão cinematográfica da Ilíada que ambos planejam, e que deverá receber o título de Guerra de Tróia, comprimirá a história em uma película com duração prevista para duas horas e 45 minutos, que deverá chegar às telas em 2004.