″Green Book: O guia″ é o grande vencedor do Oscar 2019 | Cultura europeia, dos clássicos da arte a novas tendências | DW | 25.02.2019
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages
Publicidade

Cinema

"Green Book: O guia" é o grande vencedor do Oscar 2019

Filme surpreende e leva também estatuetas de melhor roteiro original e melhor ator coadjuvante para Mahershala Ali. Cerimônia consagra ainda "Roma" e "Bohemian Rhapsody".

Farrelly recebe o Oscar de melhor filme

Farrelly recebe o Oscar de melhor filme

Com três estatuetas, entre elas a de melhor roteiro original, o filme Green Book: O Guia, de Peter Farrelly, foi o grande vencedor da 91ª edição do Oscar, em cerimônia realizada na noite deste domingo (24/02) no Teatro Dolby, em Los Angeles. O prêmio principal foi uma das grandes surpresas do evento neste ano, que, pela primeira vez em 30 anos não teve apresentador.

Green Book: O Guia desbancou Roma, Pantera Negra e Infiltrado na Klan na batalha pelo prêmio principal. Além do Oscar de melhor filme e roteiro original, obra também ficou com a estatueta de melhor ator coadjuvante, para Mahershala Ali, que ganhou o segundo Oscar da sua carreia.

Oscarverleihung 2019 | Beste Regie - Green Book (picture-alliance/dpa/C. Pizzello)

Cuarón recebe o Oscar de melhor diretor pela segunda vez

Apesar de não ter levado o prêmio principal, Roma, de Alfonso Cuarón, ganhou o Oscar de melhor filme estrangeiro, tornando-se assim a primeira produção mexicana a ficar com a estatueta dourada nessa categoria. O encarregado de entregar a estatueta foi Javier Bardem, que fez o seu discurso completamente em espanhol.

"Não há fronteiras nem muros que freiem o engenho e o talento", disse o ator espanhol. "Em cada região do mundo há histórias que nos comovem e nesta edição comemoramos a excelência e a importância da cultura e do idioma de diferentes países", acrescentou.

Cuarón ganhou ainda o Oscar de melhor direção. Em seu discurso, ele reconheceu a Academia de Hollywood por premiar um filme sobre uma mulher indígena e trabalhadora doméstica sem direitos trabalhistas, um tipo de pessoa que, segundo o cineasta, foi "relegada" historicamente no cinema. Roma também teve sua fotografia premiada.

Essa é a quinta vez nos últimos seis anos que um mexicano recebe o prêmio de melhor diretor. Além dele, foram agraciados Alejandro González Iñárritu, duas vezes, e Guillermo del Toro. O próprio Cuarón já havia levado a estatueta em 2014 com Gravidade.

Olivia Colman desbancou Glenn Close

Olivia Colman desbancou Glenn Close

Já o diretor Spike Lee ganhou seu primeiro Oscar. Sua obra Infiltrado na Klan ficou com a estatueta de melhor roteiro adaptado. O diretor foi aplaudido de pé.

Para as atuações, a grande surpresa da noite foi o Oscar de melhor atriz para a britânica Olivia Colman, pelo seu trabalho em A Favorita, desbancando Glenn Close, que era vista como favorita para a categoria. Já a estatueta de melhor atriz coadjuvante não trouxe surpresas e ficou com Regina King, por sua atuação em Se a Rua Beale Falasse.

O ator Rami Malek ganhou o Oscar de melhor ator pelo seu papel como Freddie Mercury no filme Bohemian Rhapsody. O ator americano, filho de imigrantes egípcios, pediu que se contem mais histórias que apostem na diversidade e que falem sobre pessoas que têm problemas com quem são e com sua identidade.

Bohemian Rhapsody levou aindaoutras três estatuetas: edição, mixagem de som e edição de som. O filme Pantera Negra também ficou entre os consagrados da noite, com três prêmios: direção de arte, figurino e trilha sonora.

Veja a lista completa dos vencedores e demais indicados:

Melhor Filme: Green Book: O guia

Bohemian Rhapsody
A favorita
Roma
Nasce uma estrela
Infiltrado na Klan
Pantera Negra
Vice

Melhor Diretor: Alfonso Cuarón, Roma

Spike Lee, Infiltrado na Klan
Pawel Pawlikowski, Guerra Fria
Yorgos Lanthimos, A favorita
Adam Mckay, Vice

Melhor Ator: Rami Malek, Bohemian Rhapsody

Christian Bale, Vice
Bradley Cooper, Nasce uma estrela
Willem Dafoe, No portal da eternidade
Viggo Mortensen, Green Book: O guia

Melhor Atriz: Olivia Colman, A favorita

Yalitza Aparicio, Roma
Glenn Close, A esposa
Lady Gaga, Nasce uma estrela
Melissa McCarthy, Poderia me perdoar?

Melhor ator coadjuvante: Mahershala Ali, Green Book: O guia

Adam Driver, Infiltrado na Klan
Sam Elliot, Nasce uma estrela
Richard E. Grant, Poderia me perdoar?
Samwell Rockwell, Vice

Melhor atriz coadjuvante: Regina King, Se a rua Beale falasse

Amy Adams, Vice
Marina de Tavira, Roma
Emma Stone, A favorita
Rachel Weisz, A favorita

Melhor filme em Língua Estrangeira: Roma (México)

Cafarnaum (Líbano)
Guerra Fria (Polônia)
Assunto de família (Japão)
Never look away (Alemanha)

Melhor animação: Homem-Aranha no Aranhaverso

Os Incríveis 2
Ilha dos Cachorros
WiFi Ralph: Quebrando a internet
Mirai

Melhor documentário: Free solo

Hale County this morning, this evening
Minding the gap
Of fathers and sons
RBG

Melhor roteiro original: Green Book: O guia

A favorita
First reformed
Roma
Vice

Melhor Roteiro Adaptado: Infiltrado na Klan

Poderia me perdoar?
Se a rua Beale falasse
Nasce uma estrela
A balada de Buster Scruggs

Melhor trilha sonora: Pantera Negra

Se a rua Beale falasse
O retorno de Mary Poppins
Ilha dos Cachorros
Infiltrado na Klan

Melhor canção original: Shallow, de Nasce uma estrela

All the stars, de Pantera Negra
I'll fight, de RBG
The place where lost things go, de O retorno de Mary Poppins
When a cowboy trades his spurs for wings, de A Balada de Buster Scruggs

Direção de arte: Pantera Negra

A favorita
O Primeiro Homem
O retorno de Mary Poppins
Roma

Melhor Fotografia: Roma

A favorita
Guerra Fria
Nasce uma estrela
Nunca Deixe de Lembrar

Melhor Figurino: Pantera Negra

A favorita
A balada de Buster Scruggs
O retorno de Mary Poppins
Duas rainhas
 

Melhor Edição: Bohemian Rhapsody

Infiltrado na Klan
A favorita
Green Book: O guia
Vice

Melhor Mixagem de Som: Bohemian Rhapsody

Pantera Negra
Roma
Nasce uma estrela
O Primeiro Homem


Melhor Edição de Som: Bohemian Rhapsody

Pantera Negra
Roma
O Primeiro Homem
Um Lugar Silencioso

Melhor curta-metragem: Skin

Detainment
Fauve
Marguerite
Mother

Melhor documentário em curta-metragem: Absorvendo o tabu

Black Sheep
End Game
Lifeboat
A Night at the Garden

Melhor maquiagem e cabelo: Vice

Duas rainhas
Border

Melhores efeitos visuais: O Primeiro Homem

Vingadores: Guerra Infinita
Christopher Robin: Um Reencontro Inesquecível
Read Player One
Solo: Uma história Star Wars

CN/efe/lusa/ap

______________

A Deutsche Welle é a emissora internacional da Alemanha e produz jornalismo independente em 30 idiomas. Siga-nos no Facebook | Twitter | YouTube 

WhatsApp | App | Instagram | Newsletter

Leia mais

Áudios e vídeos relacionados